Roubo de petróleo é a principal fonte de receitas do Estado Islâmico

O vice-ministro da Defesa russo, Anatoly Antonov, declarou que o desvio de petróleo na Síria é a principal fonte de receitas dos grupos terroristas ativos no país. Ele fez a respectiva declaração, no canal de TV Rossiya 24, na véspera da Conferência Internacional sobre Segurança, marcada em Moscou entre 26 e 28 de abril.

“Após o forte golpe assestado contra os terroristas na Síria, foram destruídos armazéns de armas, pessoal e estruturas militares, foi minada a sua estrutura econômica. É claro para todos que onde primeiramente eles obtêm dinheiro é com o roubo do petróleo sírio”, disse.

De acordo com os dados do Ministério da Defesa russo divulgados mais cedo, o Estado Islâmico obtém anualmente cerca de 2 bilhões de dólares com a venda de petróleo a partir dos territórios ocupados na Síria, sendo esses fundos usados na contratação de militantes de todo o mundo e na compra de armas.

Atualmente, no país está em vigor o cessar-fogo, apoiado por Damasco bem como pela maioria dos grupos da oposição. O Estado Islâmico e a Frente Al Nusra (grupos terroristas proibidos na Rússia) não aceitaram o acordo.


Fonte: Agência Brasil EBC

 

[su_divider top=”no” divider_color=”#ee4622″ link_color=”#ee4622″]

LEIA TAMBÉM

Últimas Noticias

Simões Filho: Prefeitura segue realizando entrega de cestas básicas e kits de limpeza

Com o objetivo de minimizar os impactos causados pela pandemia do novo Coronavírus, a Prefeitura de Simões Filho, através...