Exemplo de imagem responsiva Assembleia Legislativa da Bahia
Informe Baiano
Exemplo de imagem responsiva Prefeitura de Salvador

A falta que o Teatro Castro Alves, fechado há nove meses, faz à cultura da Bahia

“A casa é sua
Por que não chega agora?
Até o teto tá de ponta-cabeça
Porque você demora”
(A casa é sua, de Arnaldo Antunes e Ortinho)

Nesta quarta-feira, 25, a interdição do Teatro Castro Alves, principal equipamento cultural da Bahia e um dos mais importantes do país, completou nove meses e ainda não se sabe quando o prédio, marco da arquitetura brasileira moderna, será reaberto ao público. A demora na reabilitação da principal casa de espetáculos de Salvador tem sido motivo de crítica por produtores culturais e lamentada pelos baianos.

O teatro está fechado desde que um princípio de incêndio atingiu parte do telhado do prédio, no início da tarde do dia 25 de janeiro passado. Na época, se disse que o incêndio foi de pequenas proporções e que os danos foram restritos, pois o fogo limitou-se à área externa do telhado sobre a Sala do Coro, não afetando a sala principal.

Mas, se o incêndio foi de pouca monta, como informado, porque a demora na recuperação do teatro? Elementar, meu caro leitor: de há muito o Castro Alves vinha funcionando em condições precárias, por falta de manutenção – e supostamente colocando em risco os profissionais que ali trabalhavam e até mesmo o público que o frequentava.

Com o Centro de Convenções da Bahia também foi assim: todo mundo no governo sabia que o prédio estava com sérios problemas decorrentes da falta de manutenção. Bom, todo mundo é modo de dizer. Mas de certeza as duas pessoas que efetivamente contavam para resolver a questão sabiam: o então governador e seu secretário de Turismo.

De fato, não foram poucas as vezes que, durante despacho com o governador Jaques Wagner, o secretário Domingos Leonelli relatou a situação do equipamento e enfatizou a necessidade de realizar obras de recuperação do prédio, tido como o mais importante exemplar da chamada arquitetura high tech na Bahia.

Pouco adiantou. A situação foi agravando, a ponto de um congresso internacional de medicina que ali se realizava ter sido interrompido, devido a problemas na rede de esgotamento sanitário do prédio que resultaram no transbordamento dos banheiros do piso superior. Um verdadeiro vexame.

No início do governo Rui Costa, até que se tentou fazer uma maquiagem, mas já era tarde: no início da noite de 23 de setembro de 2016 uma parte do primeiro piso desabou, ferindo três pessoas. O laudo da Polícia Técnica confirmou que a causa do desastre foi a falta de manutenção. O que restou do prédio foi condenado, mas as ruínas continuam lá, como símbolo da inoperância, da incompetência e da irresponsabilidade.

Logo após o incêndio, o governador Jerônimo Rodrigues disse que o teatro seria recuperado com máxima brevidade. Outras áreas do complexo, como a Concha Acústica e a Sala do Coro, estão funcionando normalmente. Mas a sala principal, segue interditada e acumulando problemas – todos sabemos que imóvel fechado se deteriora com mais rapidez.

A reabilitação do Teatro Castro Alves, que é tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) desde novembro de 2013, urge e não só pela falta que o equipamento faz à cultura baiana. Mas também por se tratar de um patrimônio do povo da Bahia que não pode ser abandonado como se fez com o Centro de Convenções.

José Carlos Teixeira
É jornalista, graduado em comunicação social pela Universidade Federal da Bahia e pós-graduado em marketing político, mídia, comportamento eleitoral e opinião pública pela Universidade Católica do Salvador

Vacinas podem evitar aumento de casos de gripe e dengue no período chuvoso

A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) segue oferecendo a vacinação contra a Influenza (gripe) e dengue para o público geral nos postos de saúde...

Rio Grande do Sul precisará de R$ 1 bilhão para recuperar turismo

O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, afirmou, nesta quarta-feira (22), que serão necessários em torno de R$ 1 bilhão apenas para...
Prefeitura Luis Eduardo Magalhães

Vacinas podem evitar aumento de casos de gripe e dengue no período chuvoso

A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) segue oferecendo a vacinação contra a Influenza (gripe) e dengue para o público...
Prefeitura Porto Seguro

Vacinas podem evitar aumento de casos de gripe e dengue no período chuvoso

A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) segue oferecendo a vacinação contra a Influenza (gripe) e dengue para o público...

Rio Grande do Sul precisará de R$ 1 bilhão para recuperar turismo

O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, afirmou, nesta quarta-feira (22), que serão necessários em torno de...

Três foragidos da Justiça são alcançados pelo Reconhecimento Facial

Três homens foragidos da Justiça foram alcançados pelo Sistema de Reconhecimento Facial, nesta quarta-feira (22). O primeiro capturado...

Haddad diz que inflação está sob controle

O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, afirmou, nesta quarta-feira (22), em Brasília, que a economia brasileira está gerando empregos...