Exemplo de imagem responsiva Prefeitura de Salvador
Informe Baiano
Exemplo de imagem responsivaGoverno do Estado da Bahia

Com 50 anos de história, Ilê Aiyê leva multidão em tradicional desfile pelas ruas do Curuzu no carnaval de Salvador

O Ilê Aiyê, primeiro bloco afro do Brasil, celebra seus 50 anos de existência neste ano. Na noite deste sábado (10/02), no Carnaval de Salvador, o ‘Mais Belo dos Belos’ realizou a tradicional saída da Senzala do Barro Preto, no Curuzu, no bairro da Liberdade, em direção ao Circuito Osmar, chamado de Campo Grande. Os homenageados desta edição são os irmãos Vovô e Popó.

O bloco criado de negro para negro e que exalta a beleza e a cultura afro-brasileira também é repleto de histórias emocionantes: “Eu tinha muita vontade de sair no Ilê porque é o bloco afro mais antigo do Brasil, era um sonho pra mim mulher negra, ativista, professora negra. Sair no Ilê pra mim é muita emoção e neste momento estou realizando este sonho, esperei por muito tempo e o dia chegou”, disse Socorro Clemente, Turista de Belém do Pará.

A festa ainda deu início ao reinado de Larissa Valéria, eleita a Deusa do Ébano de 2024 na 43ª Noite da Beleza Negra.

História do Ilê Aiyê:

Em 1974, Antônio Carlos dos Santos, conhecido como Vovô do Ilê, e Apolônio Souza de Jesus Filho, o Popó, fundaram o Ilê Aiyê dentro do terreiro de candomblé jeje-nagô, liderado pela ialorixá Mãe Hilda Jitolu. O bloco que nasceu no Curuzu e foi pioneiro dentre os blocos afro se tornou um dos maiores símbolos de luta política do povo negro do Brasil.

 

Fundação Jose Silveira
Prefeitura Municipal de Savaldor

Operação na Valéria apreende fuzis e centenas de porções de drogas

Dois fuzis calibres 556, uma pistola .45, dezenas de munições, seis granadas, carregadores, 172 tabletes de maconha, 347 porções...