No Barradão, Avaí bate o Vitória por 1 a 0 e ultrapassa baianos no Brasileirão

O Avaí surpreendeu o Vitória neste sábado e bateu a equipe baiana no estádio do Barradão, em Salvador, por 1 a 0, em jogo válido pela 20.ª rodada do Campeonato Brasileiro. O time soteropolitano pressionou muito desde o início – perdeu um pênalti na primeira etapa, cobrado pelo atacante Neílton -, mas não teve competência para transformar as inúmeras jogadas de ataque em gol.

Com o resultado, o Avaí quebrou um tabu de oito anos sem vencer o time rubro-negro na capital baiana, chegou aos 21 pontos e ultrapassou o próprio Vitória e o São Paulo na tabela de classificação, alcançando a 17.ª posição. Já o clube baiano, que se manteve com os mesmos 19 pontos que já possuía, caiu para 19.ª e penúltima colocação, à frente apenas do Atlético Goianiense, que tem 15.

O primeiro tempo foi bastante movimentado e teve como marca a equipe da casa impondo o ritmo da partida. O Vitória teve grandes oportunidades para abrir o placar, mas o grande nome da primeira etapa foi o goleiro Douglas Friedrich.

A primeira grande participação do goleiro da equipe catarinense foi aos 22 minutos, quando defendeu um chute de longa distância do meia Uillian Correia. No lance seguinte, Douglas Friedrich saiu mal da meta e atingiu o atacante David, do Vitória: pênalti.

Os jogadores do Avaí contestaram muito a marcação da arbitragem, mas a decisão foi mantida e o goleiro recebeu o cartão amarelo pela entrada violenta no jogador do Vitória. O atacante Neílton foi para a cobrança, fez a tradicional paradinha, mas mandou a bola longe do gol.

Douglas Friedrich faria uma defesa ainda mais difícil, aos 35 minutos, quando se viu novamente cara a cara com Neílton, que recebeu assistência de Patrick pela direita e chutou rasteiro, praticamente da marca do pênalti. No entanto, o goleiro fechou bem o ângulo e desviou a bola para escanteio.

No segundo tempo, o Vitória seguiu pressionando o time catarinense. Mas o time rubro-negro baiano continuou perdendo muitas oportunidades de gol, especialmente com Neílton – o camisa 10 do Vitória desperdiçou duas grandes chances com péssimas finalizações.

Mas, após tantas falhas ofensivas, o ditado “quem não faz, toma” se fez valer no Barradão. Aos 27 minutos, um lançamento de Willians encontrou o atacante avaiano Júnior Dutra, que se livrou do goleiro Fernando Miguel e tocou com muita tranquilidade para o gol: 1 a 0.

Após ter sofrido o gol, o time do Vitória parece ter perdido a concentração e passou a errar muitas jogadas. Apesar de ainda ter criado algumas chances, o clube rubro-negro baiano não conseguiu reverter a derrota.

Na próxima rodada, a 21.ª, o Vitória terá pela frente o líder Corinthians, em jogo que será realizado no próximo sábado, às 16 horas, no estádio Itaquerão, em São Paulo. O Avaí jogará no domingo, dia 20, às 16 horas, diante do São Paulo, no estádio da Ressacada, em Florianópolis.

FICHA TÉCNICA

VITÓRIA 0 x 1 AVAÍ

VITÓRIA – Fernando Miguel; Caíque Sá, Kanu, Bruno Bispo e Juninho; Ramon, Uillian Correia (Jhemerson) e Patric (Danilinho); David (Júnior), Neílton e Tréllez. Técnico: Vagner Mancini.

AVAÍ – Douglas Friedrich; Leandro Silva, Fagner Alemão, Betão e Capa; Wellington Simião, Luan e Pedro Castro (Luan Pereira); Willians (Maurinho), Rômulo e Júnior Dutra (Diego Tavares). Técnico: Claudinei Oliveira.

GOL – Júnior Dutra, aos 27 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Kanu (Vitória); Douglas Friedrich (Avaí).

ÁRBITRO – Ricardo Marques Ribeiro (Fifa/MG).

RENDA – R$ 165.389,00.

PÚBLICO – 10.981 pagantes (15.072 no total).

LOCAL – Estádio do Barradão, em Salvador (BA).