Estação Mussurunga passará a operar como a Lapa e Pirajá no dia 7

A partir do próximo dia 7, a Estação de Transbordo Mussurunga passará a operar da mesma maneira que as Estações da Lapa e Pirajá. A integração entre ônibus e metrô será feita somente através do Bilhete Único, que pode ser adquirido gratuitamente pelos usuários do transporte público em qualquer ponto credenciado, nos postos do SalvadorCard ou nas Prefeituras-Bairro, além da própria Estação Mussurunga. No local circulam atualmente cerca de 200 veículos que operam 31 linhas.

Com a retirada das catracas, a população poderá circular na Estação sem ter que pagar a mais por isso. No entanto, para fazer a integração com outro ônibus ou futuramente com o metrô no terminal, o cidadão terá que utilizar qualquer cartão do SalvadorCard. Antes era preciso pagar para ter acesso ao terminal e aos equipamentos da estação, como farmácia, barracas, banheiros e telefones públicos. Vale ressaltar que, por mês, o sistema de transporte público realiza cerca de 25 milhões de viagens. Desse total, 4,1 milhões são de integração.

“Com a abertura da Estação Mussurunga e a integração entre ônibus e metrô promovida pela Prefeitura, o benefício será estendido para todas as pessoas que utilizam o transporte público em Salvador. O usuário poderá pegar dois ônibus ou fazer a integração ônibus/metrô/ônibus no período de até duas horas, pagando apenas uma passagem, utilizando o cartão que acessa o Bilhete Único”, afirma o secretário municipal de Mobilidade, Fábio Mota. Ele explica que a Estação de Transbordo de Mussurunga recebe, em média, 100 mil pessoas por dia. O equipamento é de responsabilidade da CCR Metrô, só que toda a operacionalização das linhas é feita pela Prefeitura.

Para facilitar a integração, o usuário do transporte pode adquirir o cartão SalvadorCard Avulso em um dos 172 pontos credenciados ou em um dos cinco postos do SalvadorCard, localizados no Comércio, Shopping da Gente, Lapa, Cajazeiras e Estação Pirajá, além das dez Prefeituras-Bairros e também na Estação Mussurunga. A lista de todos os locais está no site do SalvadorCard. O cartão é gratuito, mas é preciso carregá-lo, pela primeira vez, no valor mínimo equivalente a duas passagens de ônibus, que já ficam disponibilizados para uso pelos passageiros.

Universalização – Para garantir o acesso fácil ao Bilhete Único, a Prefeitura ampliou os pontos de entrega e de recarga. Até 2013, a população era obrigada a enfrentar longas filas nos únicos três pontos do SalvadorCard existentes até então – Comércio, Lapa e Iguatemi. Com as mudanças, o objetivo é universalizar o serviço. Através da expansão do sistema, é possível recarregar o cartão de casa ou em locais próximos à residência.

Para a recarga, basta chegar em um dos pontos da rede credenciada ou em uma das 42 máquinas situadas nas Prefeituras-Bairro, faculdades ou nos principais shopping centers da cidade. É possível ainda utilizar o aplicativo KIM – que permite ao usuário recarregar via celular, computador ou tablet, usando como meios de pagamento cartões de crédito e débito, boleto ou transferência bancária.

Página no Instagram para auxiliará na busca por desaparecidos

Mais uma ferramenta para auxiliar na busca de pessoas desaparecidas está em funcionamento. A Delegacia de Proteção à Pessoa (DPP) criou o perfil @desaparecidospcba no aplicativo Instagram...

“Cachorro do Mato” é capturado dentro de residência na Boca da Mata; vídeos

Na tarde de quarta-feira (12), um Cachorro do Mato, espécie muito parecida com uma Raposa, foi capturada por agentes da Guarda Civil Municipal de Salvador, lotados no...

Ladrão de topic ataca com simulacro de pistola em São Cristóvão e é salvo por evangélica

Um ladrão resolveu atacar passageiros do transporte alternativo com um simulacro de pistola, em frente ao supermercado Maxxi de Lauro de Freitas, na tarde de quarta-feira (12/05)....

E agora José? Povo descobre que ladrão estava com simulacro de pistola em Paripe

Um homem tentou assaltar uma farmácia no final da tarde de quarta-feira (12/05) no bairro de Paripe, subúrbio ferroviário de Salvador. O marginal estava com um simulacro...