Traficantes investigados pela morte de comparsa são presos no Bosque das Bromélias

Quatro traficantes acusados de assassinar o comparsa Jonatan Correia Nascimento,o Neymar, no dia 29 de fevereiro, no condomínio Bosque das Bromélias, no bairro de São Cristovão, foram apresentados à imprensa, na manhã desta quinta-feira (5), no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), Pituba.

As prisões de Franxilândio Bonfim de Oliveira, o Dum, Rodrigo Santos de Jesus, o Carimã, Leonardo Hugo de Jesus, o Léo Games, e Juan Caio Oliveira Santos, o Galego, foram resultado de uma operação conjunta das polícias Civil e Militar, realizada na quarta-feira (4), para cumprir 10 mandados de busca e apreensão no Bosque das Bromélias.

A delegada Andréa Ribeiro, coordenadora da 1ª Delegacia de Homicídios (DH/Atlântico) e o major PM Paulo Guerra, comandante da Rondesp/Atlântico, contaram aos jornalistas os detalhes da operação.

Segundo a delegada, a ação conjunta fez parte das investigações para elucidar a morte de Jonatan, assassinado como forma de represália por pretender deixar o bando. O mandante do crime e líder da quadrilha, identificado pelos apelidos de Gringo ou Argentino, está sendo procurado.

Durante a operação também foram apreendidos um revólver calibre 38, munições e 44 trouxinhas de maconha. Um adolescente de 17 anos, que faz parte da quadrilha, foi encaminhado à Delegacia para o Adolescente Infrator (DAI).

Franxilândio, Leonardo, Juan Caio e Rodrigo foram autuados em flagrante por posse de munição e associação para o tráfico. Este último também vai responder por porte ilegal de arma. Os quatro serão encaminhados ao sistema prisional.

Além do DHPP, também participaram da ação equipes do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco), Departamento de Crimes Contra o Patrimônio (DCCP), Coordenação de Polícia Interestadual (Polinter), Rondesp/Atlântico, 49ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM) e Grupamento Aéreo da Polícia Militar(Graer).

Últimas Noticias