Teste de DNA prova que Falcão de “O Rappa” é pai de jovem de 17 anos

Thiene Silveira, mãe da filha de 17 anos de Marcelo Falcão, conversou com o EGO após o líder do grupo O Rappa fazer um post revelando resultado positivo do teste de paternidade realizado em janeiro. O processo de reconhecimento de paternidade foi movido por Thiene na 18ª Vara de Família do Rio de Janeiro e tramita desde 2008.

Para a comerciante, a confirmação de que Falcão é pai da jovem é a vitória de uma luta árdua. “Foram oito anos pedindo na Justiça que ele fizesseo teste de paternidade. Ele nunca facilitou e se recusou três vezes a fazer o teste. Ele preferiu gastar com a Justiça do que com a educação da filha”, disse Thiene.

Thiene Silveira (Foto: Isac Luz/Ego)

Segundo ela, Marcelo tinha conhecimento da existência da possível filha e não foi pego de supresa pela Justiça, conforme – de acordo com Thiene – ele deu a entender em seu post no Facebook anunciando o resultado do teste de DNA. “Eu morava na Bahia e fui para o Rio quando ela tinha 5 anos. Procurei o seu ex-empresário na época que me falou que não haveria possibilidade dele conhecê-la. Deixei meu telefone com o seu advogado que me ligou. Ele sugeriu que fizéssemos um acordo, sem publicidade. Ele me pagaria uma pensão de três salários mínimos. Se a história vazassse, eu pagaria uma multa de R$ 1 milhão”, conta a mãe da filha de Falcão.

Thiene lembra que quando a filha tinha 7 anos, a levou no camarim de um show que Falcão fez com O Rappa no extinto Canecão, em Botafogo, na Zona Sul do Rio. “A apresentei como sua filha. Ele ficou uns 20 segundos abraçados a ela e mesmo assim se recusou a fazer o teste, lutando contra ela na Justiça.”

Em um outro momento, durante a gravação de um clipe da banda no morro do Vidigal, na Zona Sul do Rio, Thiene conta que levou mais uma vez a filha até Falcão. “A levei até ele novamente. Os dois tiraram uma foto abraçados e nada foi resolvido na Justiça. Acredito que se a garota fosse filha de uma atriz famosa ou uma cantora milionária, ele agiria rapidinho.”

A mãe da filha de Falcão diz que o que mais a chateia é o fato de o músico a chamar de oportunista. “Nunca quis nada dele! Quero, sim, para a minha filha. Quero que ela use esse dinheiro para estudar.”

Comunicado de Falcão
No comunicado divulgado pelo cantor em sua rede social, ele escreveu: “Descobri ontem que sou pai de uma menina de 17 anos, que foi registrada por outro homem, que a trata como pai. Isso mesmo, 17 anos! Fui avisado que era pai num laudo técnico e não em uma maternidade, como costuma ser”.

Segundo fontes do EGO, após a comprovação a paternidade a Justiça determinou que Falcão já terá que pagar, a partir de junho, uma pensão mensal de 12 salários mínimos até a próxima audiência, que ainda não tem data definida. No início do processo, que começou em 2008, o valor pedido por Thiene Silveira era de 23 salários mínimos. O cantor teria tentado um acordo, oferecendo uma pensão de três salários mínimos, mas ela não aceitou.

Marcelo Falcão (Foto: Isac Luz / Ego)

Relacionamento de uma noite
Ainda na rede social, Falcão salientou que a filha foi gerada em um relacionamento que só durou uma noite. “Dezesseis anos depois fui indicado para realizar um teste de DNA e, como a própria mãe já declarou, foi um relacionamento de apenas uma noite. Nunca mais tivemos contato.”

A briga, no entanto, é antiga. Em junho do ano passado, Falcão não compareceu à audiência para reconhecimento da paternidade alegando que estava fora do país. Ele compareceu a uma nova audiência em agosto de 2015.

Apesar da confusão, Falcão garantiu que vai cumprir com todas suas obrigações como pai –  “O resultado deu positivo e é claro que vou cumprir com todas as determinações da justiça e de minha responsabilidade com quem mais importa nesse momento, minha filha”, escreveu ele, que também revelou no post já ter passado por uma situação difícil ao descobrir que um menino que acreditava ser seu filho, na realidade, era de outro homem.

Falcão diz não ter se negado a fazer exame
Falcão afirma ainda que não se negou a fazer o teste de DNA, embora não tenha comparecido ao pedido de exame feito em 2014. “Queria só dizer aqui que nunca me neguei a fazer nenhum teste e jamais faltei com meus compromissos. Pouco tempo atrás, inclusive, sofri um bocado quando assumi a paternidade de uma criança com quem eu e a minha família nos envolvemos muito e, três anos depois, descobrimos que tínhamos sido enganados e que, infelizmente, ele não era meu filho.

O cantor falou ainda sobre a importância da valorização da família, assunto, segundo ele, sempre presente nas letras de suas músicas. “Sempre vou honrar o que canto nas minhas letras sobre respeito e família e mesmo sendo um assunto meu, pessoal, achei importante contar aqui, para quem importa, pelo respeito que tenho por vocês e pelo carinho que vocês sempre tiveram comigo.  Peço a compreensão de todos nesse momento íntimo, me colocando no direito de não tocar mais publicamente neste assunto.”

Falcão (Foto: Reprodução/Facebook)

Fonte: EGO

Últimas Noticias

Vereador Suíca cria projeto antimachista que oferece escuta para homens

Alvo de grandes debates e enfrentamento, o machismo é causa da manutenção do domínio masculino e perpetuação da violência...