Luiza Maia repudia agressão policial à repórteres do Informe Baiano

“É inadmissível que policiais pratiquem atos de retrocesso e agridam profissionais da imprensa”. A deputada Luiza Maia (PT), presidente da Comissão dos Direitos da Mulher da Alba, repudiou a ação dos policiais da 50ª CIPM, comandados pelo tenente Jardel, que na noite de quarta-feira (11) desferiram socos contra os repórteres Ramon Margiolle e Carlos Júnior, do site Informe Baiano.

“Toda minha solidariedade à Ramon e Carlos. Tenho certeza que a corporação Polícia Militar, a Secretaria de Segurança Pública e o governador Rui Costa são contrários à este absurdo e que, certamente, tomarão todas as medidas para punir os policiais envolvidos”, disse.

A parlamentar afirmou ainda que a liberdade de expressão e o livre trabalho jornalístico são garantias constitucionais e precisam ser respeitados.

Veja também: Equipe do Informe Baiano agredida por policiais durante cobertura de homicídio