ACM Neto fala sobre novo Governo e afirma que foi perseguido pelo PT

O prefeito ACM Neto concedeu entrevista coletiva a imprensa nesta quinta (12) e falou sobre a expectativa com o novo Governo. Neto também desabafou e disse que foi perseguido pelo PT.

“Não teremos com o governo do Estado a postura que o PT teve com a prefeitura de Salvador. Não é razoável que a Bahia pague o preço de disputas políticas. Estaremos em Brasília para advogar as questões do Estado. Ninguém que merece governar pode receber o tratamento que eu tive durante 3 anos e 5 meses por parte do Governo Federal. Chegamos aqui com uma cidade transformada e recuperada, tendo como nunca antes um plano de investimentos com recursos próprios”, disse.

O prefeito também revelou que esteve em Brasília e participou de uma reunião na última quinta com a cúpula do Democratas, onde foi confirmado que o partido vai comandar a pasta da Educação. Ele também comemorou a inclusão de Geddel no ministério de Temer e espera que Salvador vire um canteiro de obras.

“A presença de Geddel facilita muito as coisas para Salvador e para a Bahia. Em Brasília tive um encontro com ele tratando do encaminhamento das coisas da nossa cidade. Esperamos que agora o projeto do BRT possa andar. Até porque teremos um aliado no Ministério das Cidades, que é o meu amigo de longa data, Bruno Araujo. Não posso falar por Geddel, mas pelo que eu tenho conversado com ele, não tenho dúvidas que ele vai ajudar a Bahia. De maneira alguma ele terá qualquer postura de perseguição com o governo do Estado”, afirmou.

Praias de Salvador poderão funcionar a partir de segunda-feira (21)

Foto: Valter Pontes A Prefeitura de Salvador liberou, entre terça e sexta-feira, o uso das praias de São Tomé de Paripe, Tubarão, Ribeira, Amaralina e Itapuã. Devem permanecer...

Desemprego na pandemia atinge maior patamar em agosto, aponta IBGE

A taxa de desocupação atingiu 14,3%, na quarta semana de agosto, um aumento de 1,1 ponto percentual frente à semana anterior (13,2%), alcançando o maior patamar da...