Jornalista que estava desaparecida é encontrada morta em prédio na Av. Tancredo Neves

Desaparecida desde às 19h de segunda (14), a jornalista Daniela Bispo, 28 anos, foi encontrado morta na manhã desta terça (14) no Edifício Catabas Empresarial, na Avenida Tancredo Neves, em Salvador. De acordo com a polícia, ela saiu da sala em que trabalhava, no primeiro andar, para comprar um remédio e não retornou. O corpo foi encontrado por policiais Militares da 35ª Companhia Independente na escada do 5º andar do edifício o corpo sem sinais vitais e com sangue. Daniela se formou em Jornalismo pela Unijorge, em 2015 e trabalhava no setor de Recursos Humanos da empresa Call Tecnologia. Ela estava escalada para o plantão de domingo de 14h às 22h. A PM informou que a família já apontou um suspeito, que teria encontrado a vítima no 5º andar do prédio. As imagens do circuito interno de segurança estão sendo analisadas. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) chegou a ser acionado, mas ela já estava sem vida.

Nota da SSP

O caso será investigado pela 1ª Delegacia de Homicídios (DH/Atlântico), cuja delegada titular é Milena Calmon. A vítima, Daniela Bispo dos Santos, foi encontrada na escada que dá acesso ao 5º andar do prédio com um ferimento produzido por arma branca, na região da cabeça. A polícia está analisando as imagens das câmeras de segurança do edifício e acredita que o crime tenha ocorrido entre 18h e 19h de ontem. Autoria e motivação ainda estão sendo investigadas. Oito pessoas devem ser ouvidas ainda hoje na 1ª DH/Atlântico.