CIÚMES: Major matou a mulher dentro de escola porque suspeitava de traição

O major do Corpo de Bombeiros Valdiógenes Almeida Cruz Júnior, de 45 anos, confessou que matou a mulher, Sandra Denise Costa Alonso, vice-diretora da Escola Municipal Esperança de Viver na manhã desta sexta (13), em Castelo Branco, por ciúmes. Ele afirmou ao delegado Marcelo Sansão que suspeitava que Sandra estava lhe traindo. Eles eram casados há 21 anos e tinham uma filha de 15 anos. O oficial está preso no Batalhão de Choque da Polícia Militar. De acordo com testemunhas, ele entrou em uma sala onde ela estava sozinha. Não foram ouvidos gritos, discussão ou briga. Houve o disparo de arma de fogo e ele fugiu pulando o muro.

Mulher é estuprada e esfaqueada por traficantes em Salvador

Uma jovem de 18 anos passou por momentos de terror na madrugada deste sábado (19/09), no bairro de Castelo Branco, em Salvador. De acordo com a fonte...

DTE de Conquista impede envio de cocaína via transportadora

A tentativa de enviar pasta base de cocaína do interior para a capital baiana foi frustrada, na tarde de sexta-feira (18), pela Delegacia de Tóxicos e Entorpecentes...

Caminhão e Voyage são recuperados em ações distintas da PRF no extremo sul baiano

Durante esta quarta-feira (16), a Polícia Rodoviária Federal (PRF) recuperou dois veículos com registro de furto. As ações foram operacionalizadas na BR 101, durante fiscalização rodoviária de...

Mototaxista é assassinado na Avenida Suburbana

Um motaxista de 22 anos foi assassinado na tarde desta sexta-feira (18/09), na Avenida Suburbana, em Salvador. O crime aconteceu por volta das 15h30, em frente ao...