CIÚMES: Major matou a mulher dentro de escola porque suspeitava de traição

O major do Corpo de Bombeiros Valdiógenes Almeida Cruz Júnior, de 45 anos, confessou que matou a mulher, Sandra Denise Costa Alonso, vice-diretora da Escola Municipal Esperança de Viver na manhã desta sexta (13), em Castelo Branco, por ciúmes. Ele afirmou ao delegado Marcelo Sansão que suspeitava que Sandra estava lhe traindo. Eles eram casados há 21 anos e tinham uma filha de 15 anos. O oficial está preso no Batalhão de Choque da Polícia Militar. De acordo com testemunhas, ele entrou em uma sala onde ela estava sozinha. Não foram ouvidos gritos, discussão ou briga. Houve o disparo de arma de fogo e ele fugiu pulando o muro.

Últimas Noticias