Força de Segurança Nacional chega ao Maranhão para conter onda de violência

Departamento subordinado ao Ministério da Justiça, a Força Nacional de Segurança Pública chega na segunda-feira (23) na cidade São Luís, Maranhão para tentar ajudar a conter a onda de violência que assola a capital maranhense desde quinta-feira (19).

As ações violentas foram praticadas por facções criminosas como forma de reação a dura repressão aos detentos que está ocorrendo no Complexo Penitenciário de Pedrinhas. E, em meio à situação de caos na Segurança Pública, o governador Flávio Dino (PCdoB) solicitou ao Ministério da Justiça o envio da Força Nacional, que já começa a atuar nesta segunda-feira (24).
Desde o início dos ataques, houve reforço do policiamento na zona rural da região metropolitana, nos pontos finais e, também, nas paradas de ônibus, terminais de integração, nas áreas e bairros mapeados pela demanda de ocorrências.

Uma das mais violentas capitais do Brasil

Não é a primeira vez que a Força Nacional, criada em 2004 pelo então presidente Luiz Inácio Lula da Silva, é chamada para tentar ajudar a conter a violência em São Luís – terceira no ranking das capitais mais violentas do Brasil, com taxa de 69,1 homicídios para cada 100 mil habitantes.

Nos últimos anos, a ex-governadora Roseana Sarney (PMDB), também pediu ajuda federal para ajudá-la em seu Estado, também com foco no controle dos detentos de Pedrinhas, presídio conhecido por sua extrema violência, onde uma rebelião terminou com saldo de 18 decapitados em 2010.

Últimas Noticias

Mais de 5 mil produtos veterinários irregulares são apreendidos em operação de combate à comercialização ilegal

Com objetivo de proteger a saúde dos animais e os consumidores contra a venda de produtos irregulares pela internet...