Neymar torce o tornozelo e deixa o campo chorando

Se no cenário europeu o Paris Saint-Germain ainda não é protagonista, no Campeonato Francês a equipe de Paris é soberana já há algum tempo. Neste domingo, reforçou o seu domínio ao vencer o clássico contra o Olympique de Marselha com facilidade por 3 a 0, em sua casa, o estádio Parque dos Príncipes.

Como quase sempre, o trio formado por Cavani, Neymar e Mbappé decidiu a partida, válida pela 27.ª rodada. O atacante francês fez o primeiro, o segundo foi contra do zagueiro Rolando, após chute do brasileiro, que deu a assistência para o último gol, marcado pelo uruguaio.

No entanto, a boa atuação ficou em segundo plano, pois, aos 31 minutos do segundo tempo, o brasileiro torceu o tornozelo em disputa de bola e deixou o campo de maca, chorando muito. A equipe parisiense terminou a partida com um a menos, já que o técnico espanhol Unai Emery já havia feito as três substituições.

Com a 23.ª vitória na competição, o Paris Saint-Germain aumenta ainda mais a sua vantagem em relação ao Monaco, o segundo colocado, que empatou com o Toulouse no último sábado. Agora são 14 pontos de diferença (71 a 57) e o título cada vez mais próximo. Para o time de Marselha, que se manteve na terceira posição, a distância é de 16 pontos.

Na 10.ª rodada, o clássico aconteceu na casa do Olympique de Marselha, o estádio Velódrome, em Marselha. A partida terminou empatada em 2 a 2. Cavani salvou o Paris Saint-Germain da derrota com um golaço de falta no final em dia de expulsão de Neymar.

Em menos de uma semana, as duas equipes vão se enfrentar duas vezes. O próximo duelo será nesta quarta-feira, pelas quartas de finais da Copa da França, novamente no estádio Parque dos Príncipes, em Paris. Como o torneio é disputado em jogo único, quem vencer avança às semifinais.

Antes de a bola rolar, a torcida do Paris Saint-Germain exibiu um mosaico com o personagem Goku, do desenho japonês Dragon Ball Z. Em seu entorno, estavam as seis “bolas de cristal”, que simbolizam as conquistas no Campeonato Francês. O time parisiense está muito perto de conquistar o seu sétimo título.

Com a bola rolando, domínio do Paris Saint-Germain do início ao fim, refletido com maior posse de bola e mais finalizações. Absoluto na partida, o time da casa não demorou a abrir o placar O primeiro gol saiu dos pés de Mbappé, que recebeu enfiada de Daniel Alves, cortou para o meio e bateu rasteiro de esquerda, no contrapé do goleiro Pelé. Foi o 10.º gol do atacante francês no torneio.

Na sequência, o gol que ampliou a vantagem foi contra, de Rolando, que desviou para a própria meta o chute rasteiro de Neymar, completando bela jogada de Rabiot pela esquerda. O brasileiro saiu comemorando, mas o árbitro deu o gol contra.

Na etapa final, o time de Marselha continuou a utilizar a estratégia de pressionar a saída de bola do Paris Saint-Germain, mas sem êxito. Com qualidade nos passes, a equipe da casa chegou ao terceiro gol aos 10 minutos após boa jogada de Neymar, que foi ao fundo na ponta esquerda e cruzou rasteiro para Cavani. O uruguaio dominou, girou e bateu forte balançar as redes e decretar a vitória.

O Paris Saint-Germain seguiu soberano na partida até o clima de preocupação tomar conta de todos depois que Neymar torceu o tornozelo em disputa de bola. Ele saiu de campo na maca, chorando muito e preocupa para o duelo decisivo pela oitavas de finais da Liga dos Campeões da Europa contra o Real Madrid, em Paris, marcado para o dia 6 de março.

Relacionados