Revezamento nem acabou e já tem tocha sendo leiloada na internet

O revezamento da tocha olímpica começou no dia 3 de maio em Brasília e só terminará no dia 5 de agosto, no Estádio do Maracanã. Mas com pouco menos de um mês de andanças pelo país, o objeto já se encontra à venda por meio de leilão ou compra direta na internet em sites como o Mercado Livre e o E-Bay.

E uma das vendas chamava a atenção pelo alto valor. Na sexta-feira, a pouco menos de três dias do prazo para encerramento do leilão, os lances já ultrapassavam R$ 1 milhão. Porém, não era possível saber a autenticidade deles, nem se quem o fez pagaria a quantia ofertada. Diante da inflação, neste sábado ela é comercializada por venda direta pelo preço de R$ 300 mil.

A tocha em questão, foi levada por Gabriel Junior Carmo da Cunha na cidade mineira de Varjão de Minas no último dia 9. Ele foi escolhido pela Nissan, uma das patrocinadoras do revezamento após um concurso promovido pela empresa para selecionar os carregadores. O anúncio também coloca à venda o uniforme utilizado durante o percurso de 200 m na cidade mineira.

print-de-oferta-por-tocha-no-mercado-livre-1464385412225_v2_750x421

Lances passaram de R$ 1 milhão, mas diante do valor irreal, o preço foi fixado agora em R$ 300 mil

“Meu primo que está cuidando de tudo para mim. Foi muito emocionante carregar a tocha e por isso tirei inúmeras fotos para lembrar deste momento. Mas estou vendendo para realizar um sonho meu que é ter condição de ingressar em um clube para praticar ginástica artística e também ajudar todos os meus parentes. Sou de uma família de baixa renda. A tocha veio em uma boa hora para me ajudar” afirmou Gabriel ao UOL Esporte por meio de mensagens no Facebook.

Outro post no Mercado Livre leiloa uma tocha que foi carregada em Salvador no dia 24 de maio. O maior lance de momento é de R$ 30 mil. O carregador não se identifica. Há também mais uma tocha cujo lance mínimo de momento está em R$ 50 mil.

No E-Bay, um usuário que não se identifica leiloa a tocha e o lance inicial é de US$ 4.300,00 (R$ 15.409,04). Até o momento ninguém fez oferta. Porém diferentemente da tocha comercializada por Gabriel esta foi levada ainda na Grécia. Segundo o site, o vendedor vive na cidade grega de Salônica por onde o fogo olímpico passou em abril.

print-tocha-na-grecia-1464386540077_v2_750x421

 

Para se ter uma ideia da inflação da tocha no mundo virtual, ele está à venda para qualquer um dos 12 mil condutores por R$1.985,90. Mas aqueles selecionados pelos patrocinadores do revezamento – Coca-Cola, Nissan e Bradesco – estão sendo presenteados com o objeto.

Procurados pelo UOL Esporte, as três empresas e o Comitê Organizador Rio-2016 informaram que os condutores têm total liberdade para fazerem o que quiserem com a tocha.

Comércio de tocha olímpica é comum na internet

A venda da tocha olímpica em sites de comércio eletrônico não é uma novidade. Por meio de uma rápida busca é possível encontrar objetos de diversas edições de Olimpíadas passadas com preços muito mais acessíveis.

Em 2012, um condutor da tocha de Londres foi bastante criticado e virou tema de reportagens por colocar a venda o objeto por 153 mil libras, sendo que o preço de compra para qualquer um dos carregadores era somente de 295 libras.

Mas a tocha não é o único item desejado por colecionadores que acabam indo a leilão. Ingressos usados, pins e até réplicas de medalhas podem ser adquiridas com um clique.

Fonte: UOL

Últimas Noticias