Até skate rolou!!! Festa, diversão e alegria na reabertura do Parque da Cidade

Na semana do meio ambiente, Salvador recebeu de volta, completamente requalificado, um dos mais importantes espaços públicos ambientais e de lazer da cidade. Com investimento de R$14 milhões, o Parque Joventino Silva, carinhosamente chamado de Parque da Cidade, foi reaberto na manhã de hoje (04) com nova infraestrutura, praças, áreas de lazer, equipamentos infantis e para prática de esportes, além de dois novos portais de acesso: um pelo bairro do Itaigara e outro pelo de Santa Cruz. A inauguração, em clima de muita festa, foi comandada pelo prefeito ACM Neto, pela vice-prefeita Célia Sacramento, pelo secretário municipal de Cidade Sustentável, André Fraga, dirigentes de outros órgãos públicos, ONGs ambientais e sociais, parlamentares, lideranças e ampla presença popular.

“Essa era uma área que estava totalmente abandonada e que as pessoas tinham muito medo de frequentar. E nós fizemos uma obra completa que vai atrair de volta famílias, pessoas de todas as idades, e esportistas. Teremos aqui a presença permanente da Guarda Municipal e corrigimos problemas históricos, como os constantes alagamentos”, afirmou o prefeito ACM Neto, que fez caminhada, ganhou skate de presente, enterrou duas capsulas do tempo, descerrou placa de inauguração, visitou a Feira da Cidade e acompanhou parte do show da Orquestra Soteropolifônica. Tudo isso no novo Parque da Cidade, e ao lado do pai, o empresário Antonio Carlos Júnior, da mãe e presidente da ONG Parque Social, Rosário Magalhães, além das duas filhas.

As duas capsulas do tempo enterradas pelo prefeito ao lado da estátua de Confúcio foram fabricadas em PVC, ambas com desenhos e pedidos de crianças de escolas públicas do município. A primeira capsula será aberta em 2030, ano em que a ONU definiu como prazo para o cumprimento dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS). E a segunda em 2049, quando Salvador vai completar 500 anos.

A festa de inauguração do novo Parque da Cidade prossegue durante todo o dia de hoje e neste domingo (05), Dia Mundial do Meio Ambiente. Para conferir a programação, é só acessar www.parquedacidade.salvador.ba.gov.br. O projeto de revitalização do parque, que tem 70 hectares de reserva de Mata Atlântica e restinga, visou prioritariamente integrar o equipamento à comunidade em volta. A abertura de uma entrada para o Alto de Santa Cruz é apenas uma das mudanças, que objetiva o retorno aos visitantes, dar maior segurança e conforto às pessoas que atravessam o parque diariamente, entre a Santa Cruz e o Itaigara, bem como para as que trabalham no Parque Social e em outras atividades que se se desenvolvem no local.

O projeto, desenvolvido pela Fundação Mario Leal Ferreira (FMLF), buscou estimular as diferentes formas de utilização do parque, com atividades físicas, jogos, e também como extensão das escolas, viabilizando programas educacionais no local. O parque agora conta com uma base da Guarda Municipal funcionando em regime de 24 horas e um novo sistema de iluminação em LED.
Dentre as novidades estão a reforma e duplicação da capacidade do anfiteatro Dorival Caymmi, a instalação de um parque de skate completo – estruturado para receber competições internacionais -, ciclovia, parque infantil, praça de ginástica, espaço para a pratica de Slackline, para esculturas, artesanato e melhor idade, dentre outros equipamentos.

Homenagem a Chorão – Todo o complexo dedicado aos skatistas leva o nome de Chorão, em homenagem ao vocalista da banda Charlie Brown Jr. A solenidade de inauguração começou por essa região do parque, que certamente será uma das mais frequentadas. O prefeito ACM Neto foi recebido por renomados skatistas, como o carioca Allan Mesquita e o natural de Osasco (SP) Rodrigo Leal, bem como o cantor Márcio Mello, atração musical da inauguração neste sábado e que também é amante do esporte. O prefeito ganhou um skate de presente e arriscou algumas manobras.

Com aproximadamente 2.190 m², a Praça de Skate Chorão, é composta por uma Skate Plaza (1.650m 2 ), um Bowl (230m 2), um Snakerun (310m 2 ) e uma Ladeira em Asfalto, o que possibilita a prática de quatro modalidades do esporte. “Aqui muita gente que já sabe vai poder praticar num dos melhores equipamentos do país. E quem não sabe vai poder aprender. Será mais um espaço para a prática desse esporte e também para a convivência”, disse ACM Neto.

Saneamento e infraestrutura – A preocupação com o meio ambiente levou a Prefeitura a realizar expressivo investimento de cerca de R$3,5 milhões nas obras de macrodrenagem do canal de esgoto que atravessa o parque de ponta a ponta, em frente à área do Parque Social. Após a canalização e outras obras de drenagem, foram eliminados os constantes alagamentos que dificultavam o deslocamento das pessoas entre a Santa Cruz e o Itaigara. Com essa obra foi possível devolver ao convívio da população uma área de 60 mil m2, com uma grande parte gramada para lazer, equipamentos esportivos e recreativos.

A requalificação do Parque da Cidade trouxe novos mobiliários para a população, como bebedouros para pessoas e para animais domésticos; espreguiçadeiras; lixeiras com separação entre resíduos secos e úmidos; e bancos de madeira e concreto. Um novo projeto de sinalização e comunicação foi implantado para identificar os principais equipamentos do parque e ajudar os frequentadores a se orientarem durante a visita. A ação utiliza o Sistema de Signos Ambientais (Sigmam), trabalho inédito no Brasil que traduziu, simplificou e simbolizou a legislação ambiental em placas e parte da sinalização.

O anfiteatro Dorival Caymmi, onde acontece neste domingo (05) um grande show de Saulo Fernandes, foi completamente reformado e ampliado. Com um novo lance de arquibancada, rampas de acesso com corrimãos, alargamento da entrada, reforma dos camarins, cercamento e a construção de banheiros, o espaço passa a oferecer mais conforto para público, artistas e produtores culturais. O anfiteatro ganhou também grafitagem do Coletivo Musas.

O Grupo Especial de Proteção Ambiental da Guarda Municipal, com efetivo de 50 homens que passaram por treinamentos e capacitações desde combate a incêndios florestais até fiscalização da legislação de Mata Atlântica, conta com uma sede equipada com escritório, banheiros, cozinha e almoxarifado para guarda de equipamentos.

Duas quadras poliesportivas situadas no alto do parque foram completamente reformadas e instalado um campo de futebol society. Elas são muito utilizadas pelos moradores do complexo do Nordeste de Amaralina, e ganharam nova pavimentação, gradil e sinalização horizontal. A Praça dos Idosos – espaço agradável e sombreado – foi completamente reformada e ganhou novos bancos e áreas para a contemplação.

Paisagismo – O paisagismo do novo Parque da Cidade é composto de espécies vegetais ornamentais nativas e exóticas nas praças e em novos equipamentos, com flores e colorações variadas, além de 140 novas árvores espalhadas por todo o equipamento, com o objetivo de proporcionar sombra aos frequentadores. Novas grandes áreas gramadas poderão ser utilizadas para a realização de atividades ao ar livre.

Dentre os equipamentos estão o parterre da reciclagem, que consiste em um canteiro com Ixorias nas cores vermelha, amarela e rosa, remetendo ao símbolo da reciclagem, delimitadas por sebes baixas ou muretes de pedra de proteção dos leitos florais interiores, rodeados de alamedas de passeio, normalmente pavimentadas com gravilha e dispostas simetricamente. Também há o Bosque dos Jacarandás, onde as pessoas aproveitaram a sombra e o novo mobiliário urbano, e a Alameda dos Ipês, que contará com Ipês rosa e amarela, em um belo espetáculo de floração.

Gradil e regras – Um novo gradil circunda parte da extensão do Parque da Cidade, com design que integra elementos naturais que proporcionam grande integração com o maciço verde do parque. Um grande pergolado é um dos novos ícones do Parque da Cidade, que recebeu o plantio de espécies de trepadeiras, que proporcionam um túnel florido no futuro.

Em parceria com a Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop), o comércio ambulante do espaço ambiental e de lazer passou por uma reorganização que contou com cadastramento, capacitação e definição dos locais de trabalho. O Parque da Cidade conta ainda com um regimento interno que define regras de uso e convivência. Desenvolvido a partir de reuniões com moradores do entorno, frequentadores e funcionários, o documento deixa mais claras as regras para que o parque tenha um uso mais sustentável e permita que sua manutenção seja feita de maneira integrada.

Novidades – Com uma arquitetura que privilegia a contemplação do paisagismo, a Praça Confúcio é um local para relaxamento e meditação no meio da cidade. O desenho da praça também foi inspirado na bandeira da paz mundial, tendo como símbolo a tríade, que possui como uma das interpretações a representação do passado, do presente e do futuro, encerrado no anel da eternidade.

O Parque da Cidade também ganha uma unidade do Livres Livros, um projeto chancelado pela Fundação Americana Little Free Library, a qual é referência em mais de 60 países. O Livres Livros atua com o objetivo de dar ao cidadão acesso à leitura de forma gratuita, dialogando com a comunidade numa troca de livros infinita. O cidadão pode deixar, pegar ou apenas ler um livro no local, de forma gratuita, livre e sem burocracia.

Duas instalações idealizadas pelo artista plástico baiano Bel Borba também podem ser conferidos pela população. Uma delas, denominada “Uma típica sala de estar de meados do século XX”, simula uma sala dos anos 1950 com TV, sofás, cachorro, vaso de plantas ornamentais, estante e mesa de centro. Localizada embaixo de uma mangueira e ao lado do principal letreiro do parque, deverá se transformar em ponto de encontro e marca registrada. A instalação foi doada pelo artista e completamente recuperada. Já Praça dos Mestres é um espaço dedicado a memória e a prática da capoeira e possui um monumento de Bel Borba que remete à luta-jogo nascida na Bahia.

Outra atração nova do Parque da Cidade é um jogo de xadrez gigante, com tabuleiro desenhado no chão, embaixo de árvores e com peças que variam de 45 a 70 centímetros de altura. O grafite ganha destaque com o Muro Grafite Livre, com 6x3m de extensão e que está aberto aos grafiteiros para que possam expressar a arte urbana, mas que serve ainda de instrumento para o aperfeiçoamento das técnicas e da prática artística.

Novo equipamento, a Praça Pau-Brasil se coloca como um espaço multiuso para feiras e exposições de pequeno porte. Ladeada por espécies de Pau-Brasil, árvore imune ao corte por lei federal, a praça possui 3 mil m² e recebeu novos plantios somando no total 19 árvores.

Os amantes das “magrelas” poderão aproveitar o Mini Circuito Infantil de Bikes para crianças entre 3 e 7 anos; ciclovia com extensão de 800 metros; e o Bike Pit Stop, que é uma minioficina para bicicletas com ferramentas e calibrador de pneus para pequenos reparos e ajustes. A criançada também ganhou novos espaços para diversão ao ar livre, com equipamentos mais modernos e integrativos.

04_06_16_Pref ACM Neto_Inaug Parque da Cidade_foto Valter Pontes_AGECOM7 04_06_16_Pref ACM Neto_Inaug Parque da Cidade_foto Valter Pontes_AGECOM14 04_06_16_Pref ACM Neto_Inaug Parque da Cidade_foto Valter Pontes_AGECOM25 04_06_16_Pref ACM Neto_Inaug Parque da Cidade_foto Valter Pontes_AGECOM37

Relacionados