Miolo de Salvador: paralisação dos rodoviários atinge regiões de Pau da Lima, Cabula e Cajazeiras

O chamado miolo de Salvador, que fica entre o subúrbio e a orla, é a área atingida com a paralisação dos rodoviários que acontece na manhã desta quarta (16/04). Os trabalhadores fecharam uma empresa e só vão liberar os coletivos às 8h. Seis garagens da empresa OT Trans (VERDE) são alvos do protesto, sendo quatro em Porto Seco Pirajá, uma na Avenida Barros Reis e uma outra na Avenida San Martim. Com isso, os veículos da OT Trans não estão circulando nas regiões de Pau da Lima, Cajazeiras, Mussurunga, Pernambués e Cabula.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Rodoviários da Bahia, vereador Hélio Ferreira (PC do B), o objetivo do ato é “destravar a campanha salarial”, pois os empresários, “além de não dar nada, querem retirar o que os trabalhadores já tem”. A categoria alega, ainda, que os empresários “estão descumprindo acordos e não querem negociar”.

Entre as reivindicações estão aumento de 10% do ticket refeição; 6% de reajuste salarial e habilitação renovada com pagamento feito pela empresa.

Segundo uma fonte do Informe Baiano, caso a reunião intermediada pelo Ministério Público do Trabalho que acontece nesta manhã, 10h, não avançar, uma nova paralisação acontece amanhã. Desta vez, em outra empresa.