CAMAÇARI: Maurício Bacelar anuncia apoio para Caetano, mas deixa claro que ainda há divergências

O PTN- Partido Trabalhista Nacional, presidido na Bahia pelo deputado Bacelar, realizou um ato de apoio ao pré-candidato a prefeito de Camaçari, o deputado federal Caetano (PT), na noite desta quinta (9) no Espaço Cultural Casa de Taipa. Pelo menos duas mil pessoas participaram do evento, que contou também com as presenças de diversas autoridades, como os deputados Luiza Maia e Bira Coroa. Em entrevista ao Informe Baiano, o líder da sigla no município, o ex-diretor do Detran e pré-candidato a vereador, Maurício Bacelar, comemorou a aliança, mas fez questão de deixar claro que ainda há divergências políticas. Ele também disse que falta preparo intelectual a Elinaldo. “Nós não podemos permitir que Camaçari entre em uma aventura e neste momento quem reúne as melhores condições para administrar a cidade é Caetano. Não escondo de ninguém as minhas divergências políticas com Caetano, mas muito maior que essas divergências é Camaçari”, afirmou.

Maurício foi candidato a prefeito na última eleição, disputou com o então candidato de Caetano e teve quase 50 mil votos. A expectativa da legenda é que ele seja um “puxador de votos” e ajude a eleger outros candidatos. Caetano reconheceu que as críticas feitas por Maurício em 2012 foram corretas, voltou a criticar o atual prefeito e definiu o evento como um ato histórico. “Muitas das criticas feitas por Maurício foram corretas, sim. E o prefeito Ademar acabou com Camaçari. E nos unimos para construir um novo projeto, uma nova governança para Camaçari com as ideias do grupo dele, com as ideias do nosso grupo e com as ideias do povo. Vamos juntar tudo isso. Daqui para frente nós somos um só partido”, finalizou.

Um dos responsáveis pela articulação e aliança foi o deputado federal Bacelar. “É um momento que as forças progressivas se unem para barrar essa tentativa de acabarem com as conquistas sociais do povo brasileiro”. O parlamentar também questionou as propostas do adversário com duras críticas ao projeto político que Elinaldo faz parte. “Eu quero saber se o candidato adversário traz o partido dele aqui para esclarecer o que vai fazer com o Minha Casa, Minha Vida? Em Alagoinhas, eles já acabaram com o projeto… Ele pode até dizer que é a favor, mas os patrões dele não deixam porque ele não tem independência para governar uma cidade como Camaçari. Nós precisamos de você, Caetano. Nós estamos indo lhe tirar de Brasília para você voltar aqui casa em casa, rua a rua, bairro a bairro como só você conhece essa terra e o povo dessa terra”, afirmou.

PTN e PT2 PTN e PT3

Últimas Noticias

Comunidade rural de Rio Real comemora colheita de laranja com aumento de 70% na produção

A maior parte dos postos de trabalho no município de Rio Real é gerada pelo sistema produtivo da citricultura,...