Com Ciro e sem coligar, PDT deve eleger três deputados federais e 4 estaduais

Sem coligar com nenhuma legenda, o Partido Democrático Trabalhista (PDT), deve eleger três deputados federais na eleição, que ocorre em outubro. Essa é a estimativa de membros da sigla. Desponta como favorito o presidente estadual da legenda, Félix Mendonça Júnior, que deve manter a votação da última eleição, em 2014, onde teve 130 mil votos. Os outros dois, de acordo com fontes do Informe Baiano, serão eleitos com pouco mais de 30 mil votos, já que o partido deve ter uma “quantidade recorde de votos de legenda” devido a candidatura de Ciro Gomes, que disputa a presidência.

Já na disputa por uma vaga na Assembléia Legislativa da Bahia (ALBa), a expectativa é sair no chapão com partidos da base do governador Rui Costa (PT) e eleger quatro candidatos, entre eles, os deputados Roberto Carlos, Euclides Fernandes e Pastor Samuel Júnior. Nomes novos, a exemplo da delegada Selma e o empresário Raimundinho da Jr, também figuram, conforme levantamentos internos.

Morre, aos 81 anos, o ator e diretor Emílio Di Biasi

Morreu, neste domingo, 27, o ator e diretor paulistano Emílio Di Biasi. Segundo informações divulgadas por amigos nas redes sociais, ele lutava há pelo menos sete anos...

Brasil confirma 14.318 casos de covid-19 nas últimas 24 horasC

M Nas últimas 24 horas, o Brasil confirmou mais 14.318 casos de pessoas infectadas pelo novo coronavírus. Na mais recente atualização dos números da doença no país,...