Exposição interativa mescla arte indígena com tecnologia no MAM

‘Arte Eletrônica Indígena (AEI): uma exposição interativa’ apresenta os trabalhos cocriados entre indígenas brasileiros e artistas do Brasil, Reino Unido e Bolívia, selecionados via edital para residências artísticas em nove comunidades indígenas da Bahia, Alagoas, Pernambuco e Sergipe. A abertura da exposição será no dia 2 de agosto, a partir das 18h, e segue até o dia 2 de setembro, sempre de terça a domingo, das 13h às 18h.

O AEI foi idealizado pela ONG Thydêwá com patrocínio da Oi e Estado da Bahia, com apoio do Oi Futuro e da British Academy. O projeto é um programa de vanguarda e inovação que promove a produção colaborativa e cocriada entre artistas e indígenas de diferentes povos.

SERVIÇO

Arte Eletrônica Indígena: uma exposição interativa

Capela do Museu de Arte Moderna da Bahia (MAM-BA)

De 2 de agosto a 2 de setembro, de terça a domingo, das 13h às 18h.

Abertura: 02 de agosto às 18h