Ela é do subúrbio! Conheça a pastora que superou as drogas, viveu nas ruas e hoje ajuda quem mais precisa

O nome dela é Rita da Anunciação Santos Cruz, mas é conhecida como a Pastora Rita. Tem 51 anos de idade, prega na Igreja Evangélica Casa de Oração, que fica no bairro de Plataforma, subúrbio ferroviário de Salvador. Os cultos sempre lotados acontecem dias de domingo, segunda, quarta e sexta. Sua rotina é da casa para a igreja, da igreja para a Associação Bom Samaritano, no qual é a presidente e trilhou um caminho. Ao invés de observar a realidade nua e crua com choro e lamentação, ela coloca a mão na massa e faz um trabalho voluntário, no mínimo, digno de aplausos. Mas nada é por acaso. Como surgiu essa inspiração? Porque ajudar os mais carentes? Porque deixar o lar confortável para ir em busca dos mais necessitados e levar o que a maioria nega: amor? Quem a ver sorridente, sempre disposta a ajudar o próximo, não imagina o que ela passou e quanta garra foi necessária para superar as adversidades. Morou na rua, usou drogas e se envolveu com pessoas erradas. A história da pastora Rita é mais complexa do que se imagina. Em entrevista exclusiva ao Informe Baiano, ela revelou um pouco da sua emocionante e dura trajetória.

“Aos sete anos de idade eu fui abandonada pela minha mãe. Eu sou a mais velha de seis irmãos e praticamente, fui criada por vizinhos. Meu pai era juiz e como tinha boa condição financeira, pagava as pessoas para cuidar de mim. Mas eu era maltratada pelas pessoas e acabei crescendo cheia de ódio, como diz no popular. As pessoas abusavam da minha honra, me humilhavam e eu sofri muito. Com 15 anos engravidei e nasceu minha primeira filha. Eu vivia uma vida desordenada, promíscua… E com quatro meses minha filha morreu por conta de insuficiência cardíaca. Depois veio a segunda filha. O problema é que esse rapaz era casado. O que você imaginar eu já fiz. Só não sujei minhas mãos de sangue, isso jamais”, revelou.

Mas não há mal que dure para sempre e depois de anos de sofrimento, a jovem Rita, aos 31 anos, descobriu que existia outras possibilidades. “Há 20 anos, tudo mudou. Eu conheci o evangelho e descobri que Cristo é o amor. Aí eu criei a associação com o objetivo de cuidar dos jovens com problemas. E aos poucos, passei a entender que o problema, na verdade, não é o jovem e sim a família.Tem exemplos aqui de diversos jovens que conseguiram se recuperar. Eu me dedico a ajudar essas famílias. Eu luto contra o uso das drogas”, contou emocionada.

A nova fase rendeu frutos, resgatou vidas e continua contribuindo com uma sociedade melhor. A vovó de dois netos, mãe de uma terceira filha, que estuda Direito e pastora, colocou a Associação para funcionar em cima da Igreja. Hoje, em parceria com instituições como a Fundação José Silveira, por exemplo, oferece cursos e diversos tipos de serviços: médicos, advogados, psicólogos, corte de cabelo e encaminhamento de jovens para o mercado do trabalho. Está pensando que pára por aí? Não, não, não… Com a ajuda do grupo Pregadores da Paz, ela realiza outro trabalho árduo: a entrega de alimentos para as pessoas que vivem nas ruas da capital baiana. O grupo se reúne todos os domingos pela manhã, por volta de seis horas, na Associação Bom Samaritano e segue com a Kombi para o Largo dos Mares, Calçada, Comércio e Baixa dos Sapateiros. Quando sobra alguma coisa, finaliza no final de linha de Plataforma. São pelo menos 200 pratos de sopa e 200 copos de mingau entregues, além de 500 pães. “Eu não faço mais porque não existe apoio. As pessoas não acreditam muito na ressocialização. Acham que é uma perda de tempo e acabam não apoiando. Eu acredito porque alguém acreditou em mim. Alguém esse que me levou para igreja. Entendeu? E digo mais. Quem passa esses traumas na vida, geralmente, procura ajudar quem está vivendo a mesma a situação. Você vai saber dizer o que é fome, se nunca passou fome?”, questionou.

Quem quiser contribuir com o trabalho da pastora Rita é muito fácil e simples. Basta entrar em contato com o número (71) 9 8711-3955/3023-4197 ou pelo facebook Bom Samaritano.

pastora 1 pastora 2 pastora 3

Últimas Noticias

Começa na segunda-feira (6) a renovação de matrícula para estudantes da rede estadual

Começa nesta segunda-feira (6), e segue até o dia 28 de dezembro, a renovação da matrícula para o ano...