Calabar e Alto das Pombas: polícia diz que guerra entre traficantes foi interrompida, mas moradores continuam tensos

Policiais civis e militares ocuparam as comunidades do Alto das Pombas e do Calabar, em Salvador, nesta quarta (22) com o objetivo de acabar com a guerra dos traficantes das facções Caveira e Comando da Paz. Em nota oficial enviada ao Informe Baiana, a Polícia Civil afirmou que 76 agentes estão na região. “O objetivo era identificar os traficantes que, na noite de terça-feira (21), trocaram tiros, ameaçando tomar pontos de vendas de drogas existentes na região. A operação serviu também para que fossem cumpridos mandados de prisão e para reconhecimento de área e checagem de informações enviadas, ontem à noite, ao Disque Denúncia”.

A Polícia Civil afirmou ainda que alguns pontos de droga foram estourados e uma quantidade pequena de drogas, como maconha e crack, foi apreendida. Várias pessoas foram conduzidas aos departamentos de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) e de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco), ouvidas e, em seguida, liberadas. Segundo o diretor do Draco, delegado Jorge Figueiredo, a operação serviu, sobretudo, para identificar e qualificar as pessoas que estão traficando drogas nas duas comunidades, algumas delas envolvidas nos conflitos de ontem, que não geraram vítimas. “Não foi possível prender os envolvidos no confronto, pois todos os pontos de vendas estavam abandonados, mas obtivemos muitas informações, o que nos dará condições de planejar operações futuras”, considerou o delegado.

Em contato com o Informe Baiano, um morador afirmou que apesar da ocupação, a situação continua tensa. “A gente sabe que a Polícia está aqui hoje, mas amanhã vai embora e como fica a comunidade? Mais uma vez desprotegida. E o pior agora com São João, zuada de fogos… Eu mesmo nem sei o que é tiros e o que é fogos. Na dúvida é fechar a janela, rezar e ficar dentro de casa”, disse.

Últimas Noticias

Negacionista tenta comprar comprovante de vacinação contra Covid-19

Um homem tentou subornar uma profissional de saúde para conseguir um comprovante de vacinação contra Covid-19 sem receber a...