Mais de 300 alunos da rede estadual participam do primeiro dia de aulões 100% ENEM

As atividades do terceiro ciclo de aulões 100% Enem foram iniciadas nesta segunda-feira (17), no auditório da Secretaria de Educação do Estado, no Centro Administrativo da Bahia (CAB), em Salvador. A ação tem por finalidade ajudar os alunos na maratona de estudos para as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que será aplicado nos dias 4 e 11 de novembro.

Neste primeiro dia de aula, 320 alunos dos municípios de São Francisco do Conde, Pojuca, Simões Filho, Madre de Deus e São Sebastião do Passé participam de aulas de Física, Redação e Filosofia. As aulas são realizadas no período da manhã e da tarde. O ciclo de aulões, que será realizado até a próxima segunda-feira (24), envolve 42 escolas de Salvador e região metropolitana e um total de 1.680 estudantes.

Para receber os alunos, estratégias lúdicas são adotadas para ajudar a fixar o conhecimento. Os aulões sempre são iniciados com música e meditação. Nesta edição, também é realizada uma sensibilização para o “Setembro Amarelo”, campanha de prevenção ao suicídio.

O superintendente de Políticas para a Educação Básica, da Secretaria da Educação, Ney Campello, acompanhou o primeiro dia de aulas e destacou que o suporte pedagógico oferecido nesta iniciativa é mais uma oportunidade para que os estudantes se preparem e estejam mais seguros no momento da prova.

Campello também revelou que foi realizada uma parceria com professores de curso pré-vestibular e do Ensino Médio com Intermediação Tecnológica (Emitec), para que as aulas que acontecem em Salvador possam ser transmitidas para diversas partes do estado. A transmissão dos aulões também está disponível no Portal da Educação (www.educacao.ba.gov.br) e no canal da Secretaria no Youtube (youtube.com/educacaobahia1).

O professor de Física, Marival Chaves, leciona há mais de 50 anos e garante que oferecer motivação aos estudantes contribui para o processo de aprendizado. “O fato maior para que um aluno consiga fixar o que aprendeu durante o ano é o grau de adesão e motivação. É uma parte fundamental porque, depois que a aula acaba, o aluno continuará motivado a estudar. Aqui nós fazemos isso, criamos um eco para que ele siga nessa busca pelo conhecimento”.
A estudante Ingrid Fonseca, do Colégio Estadual Reitor Miguel Calmon, em Simões Filho, afirma que é a primeira vez que participa de um aulão. “Eu tenho certeza que esse momento vai me ajudar muito nessa etapa de preparação. Vim disposta a aprender coisas novas, porque, embora já esteja estudado bastante, a gente nunca sabe tudo”, afirmou.

Relacionados