Ingerir Paracetamol durante a gravidez pode afetar o bebê

Um estudo espanhol analisou o consumo de Paracetamol de mais de 2,5 mil mães e seus filhos. Os meninos cujas mães tomaram o analgésico durante a gestação mostravam ter mais traços de autismo enquanto ambos os sexos mostravam sinais de distúrbio de hiperatividade e déficit de atenção.

O cuidado médico geral sugere que o Paracetamol pode ser tomado por grávidas apenas se necessário e pelo período de tempo mais curto possível. Como reporta o Daily Mail, este é o primeiro estudo do gênero a analisar a associação entre o uso desta droga durante a gravidez e do espectro do autismo em crianças.

Os cientistas dizem que este é também o primeiro estudo a relatar efeitos diferentes em meninos e meninas. De acordo com as conclusões, aqueles cujas mães tomaram a droga regularmente eram 30% mais propensos a mostrar o comprometimento das funções de atenção e um aumento de dois sintomas clínicos de sintomas do espectro do autismo em meninos.

Claudia Avella-Garcia, principal autora do estudo e investigadora no CREAL, parte do Instituto de Barcelona para a Saúde Global, explicou que os cientistas testaram os sintomas em vez de diagnósticos exatos.

“Embora tenhamos medido os sintomas e não diagnósticos, um aumento no número de sintomas que uma criança tem pode afetar a ele ou ela, mesmo que não sejam suficientemente graves para justificar um diagnóstico clínico de um distúrbio neurológico”.

Últimas Noticias

Quais os três signos mais impacientes do zodíaco? Confira

Determinados signos destacam-se pela sua impulsividade e consequentemente impaciência para lidar com o que quer que seja. De acordo...