Vale taça! Brasil e Argentina se enfrentam hoje na Arábia Saudita

Brasil e Argentina, protagonistas do maior clássico do futebol sul-americano, se enfrentam nesta terça-feira, a partir das 15h (de Brasília), em Jeddah, na Arábia Saudita. Apesar de se tratar de um amistoso e estar esvaziado pela ausência de Lionel Messi, que pediu dispensa, o jogo vale a taça do Superclássico das Américas e, em caso de empate, será decidido nos pênaltis.

Amigo íntimo de Messi, Neymar lamentou o desfalque do ex-companheiro de Barcelona. “Para quem é amante de futebol, ter Messi fora de um jogo como esse é ruim, mas para nós, é bom. Sempre ressaltamos a qualidade da Argentina. É um jogo muito difícil, temos de fazer nosso papel e é sempre gostoso de jogar. Favoritismo não existe”, disse Neymar em entrevista coletiva na véspera.

O camisa 10 do Brasil destacou, no entanto, a presença de outro craque adversário: Paulo Dybala, da Juventus. “As duas seleções têm jogadores de sobra. Hoje a Argentina está com Dybala, que é um jogador que gosto muito, precisamos estar ligados.” O técnico Tite, que costuma adiantar a escalação da equipe, desta vez adotou mistério, mas algumas alterações estão garantidas.

O goleiro Ederson, o lateral Fabinho e o zagueiro Pablo, titulares na vitória por 2 a 0 sobre a Arábia Saudita na última sexta-feira, darão lugares a Alisson, Danilo e Miranda. Outras duas mudanças prováveis são as entradas de Filipe Luís na ala esquerda e de Roberto Firmino no ataque, o que deverá provocar as saídas de Alex Sandro e Gabriel Jesus. O volante Arthur, do Barcelona, também pode pintar como titular na vaga de Fred.

No lado argentino, o técnico interino Lionel Scaloni mais uma vez não pôde contar com o xará Lionel Messi. O craque do Barcelona pediu para não ser mais convocado em 2018 e por isso ficou de fora dos jogos anteriores, contra Guatemala, Colômbia e Iraque. Além de Messi, também não foram convocados outros atletas experientes como Sergio Agüero (Manchester City), Gonzalo Higuaín (AC Milan) e Ángel Di María (PSG).

“Cada vez que a Argentina joga, tem que ganhar, e quando a partida é contra o Brasil, mesmo sendo amistosa, também tem que ganhar e mostrar seu jogo, que é o que vem pedindo o técnico. Temos aqui um grupo de jogadores novos e vamos tentar fazer o melhor para a seleção”, afirmou o goleiro Sergio Romero, um dos poucos veteranos remanescentes.

Prováveis escalações

Argentina: Sergio Romero; Renzo Saravia, Germán Pezzella, Nicolás Otamendi, Nicolás Tagliafico; Leandro Paredes, Rodrigo Battaglia, Giovani Lo Celso; Mauro Icardi, Paulo Dybala e Ángel Correa (Lautaro Martínez). Técnico: Lionel Scaloni.

Brasil: Alisson; Danilo, Marquinhos, Miranda, Filipe Luís; Casemiro; Fred (Arthur), Renato Augusto, Coutinho, Neymar e Roberto Firmino. Técnico: Tite.

Ultimas Noticias

Suspeitos de invadir garagem de ônibus são mortos na Av. San...

Dois homens foram mortos na noite desta sexta-feira (13/12), na Avenida San Martin, em Salvador. O crime aconteceu na pista principal, em frente ao...

Termo de Cooperação assegura habitações para povos indígenas e comunidades quilombolas

Representantes do Governo do Estado da Bahia e da Caixa Econômica Federal (CEF) assinaram, nesta sexta-feira (13), na Gerência de Habitação da Caixa Econômica...

Ações estratégicas para 2020 são discutidas durante encontro de dirigentes da...

Os gestores dos 27 Núcleos Territoriais de Educação (NTE) discutiram, nesta sexta-feira (13), no Instituto Anísio Teixeira (IAT), em Salvador, ações estratégicas voltadas para...

Indústrias em Vitória da Conquista e Itaberaba vão investir R$ 34...

Os municípios de Vitória da Conquista e Itaberaba vão receber investimentos de R$ 34 milhões de duas unidades industriais, sendo uma destinada à fabricação...
Publicidade