Falta de vitamina B-12 na gestação pode afetar a inteligência da mãe

A nutrição materna e infantil nos primeiros meses da gestação é um tema discutido frequentemente na área científica. Estudo publicado na revista Matern Child Nutr (Nutrição Materna e Infantil) apontou a importância da suplementação nutricional – adequada e de acordo com as necessidades de cada organismo – para a cognição, raciocínio e aprendizagem especificamente no período gestacional e após.

Deficiência nutricional pode afetar a capacidade cognitiva no pós-parto

Outros estudos já haviam avaliado a deficiência nutricional e a interferência cognitiva em crianças e idosos, podendo aumentar até mesmo as chances de complicações mentais. Tanto na infância como na maturidade ocorre maior demanda de macronutrientes, micronutrientes e ácidos graxos. Até então existiam poucos ou nenhum estudo que falasse sobre a importância da suplementação com foco na saúde cognitiva entre as gestantes e no pós-parto.

Estar com a saúde emocional e cognitiva em dia é fundamental para a mãe no pós-parto para tomar decisões, raciocinar e equilibrar a rotina para os devidos cuidados de si e do bebê. Segundo o estudo o alto desempenho cognitivo materno está relacionado a menor risco de mortalidade infantil e desnutrição. A pesquisa reuniu 712 mulheres para a avaliação cognitiva durante um ano e seis meses no pós-parto.

Foi constatado que a concentração maior de vitamina B12 e DHA no leite materno estavam associadas ao aumento da capacidade cognitiva e fluência verbal, tal como atenção e função executiva durante a gravidez e pós-parto.

Para garantir a eficiência desse estudo os pesquisadores sugerem novos estudos com foco na saúde feminina no pós-parto.

Você também pode incluir a vitamina B12 no cardápio, segue algumas opções:

· Bife de fígado

· Coração cozido

· Sardinha

· Salmão

· Caranguejo

· Ostras

Os suplementos vitamínicos para gestantes funcionam?

Sabemos da necessidade do equilíbrio nutricional durante a gestação e no pós-parto. Existem inúmeros estudos que avaliam a ação dos suplementos do organismo e o impacto causado pela deficiência nutricional.

Atualmente, já é possível encontrar à venda muitas opções de suplementos para a fase gestacional, que incluem as principais vitaminas, como o ácido fólico, ferro, cálcio, vitamina B3, zinco, entre outras. O famigesta do portal Trocando Fraldas é um exemplo de suplementos para a gestante, também aprovado pela Anvisa.

Ao falar sobre os inúmeros benefícios das vitaminas para a saúde da grávida, muitas mulheres passam a consumir sem nenhum consentimento médico, o que é um erro.

Cada organismo possui necessidades nutricionais específicas. Consulte o médico que acompanha o seu pré-natal e nutricionista responsável sobre a necessidade da suplementação para o seu caso.

Os suplementos sem dúvida são ótimas indicações para repor os nutrientes importantes durante a fase da gestação, sobretudo quando houver alguma deficiência. Para consumir com segurança, não descarte a consulta médica.

Ygona Moura: influenciadora que relatava “noites de aglomeração” morre de Covid-19

A influenciadora Ygona Moura, internada na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) de um hospital em São Paulo há 10 dias com covid-19 morreu nesta quarta-feira (27/01). A...

Sargento PM é morto na frente da esposa em São Caetano

O sargento da reserva Flaviano Nascimento foi atacado por dois bandidos e acabou baleado na noite desta quarta-feira (27/01), em frente a um posto de combustíveis,...

Suco detox de kiwi com limão, emagrece e dá energia

Em pleno mês de janeiro muitos ainda estão tentando recuperar os excessos natalícios e de fim de ano. E para começar a voltar à rotina, não há...

Governo do Estado inaugura leitos de UTI Covid-19 no município de Barra

Mais uma boa notícia para os baianos! O Hospital Santa Rita, no município de Barra, que é referência do Sistema Único de Saúde (SUS) para mais de...