ÁUDIO! Diretor do HGE bate-boca com funcionárias e afirma que o Hospital Roberto Santos é uma esculhambação

Uma reunião entre o diretor do HGE – Hospital Geral do Estado, André Luciano Santana de Andrade, e funcionários para tentar resolver um impasse terminou com troca de ofensas. O áudio foi publicado em um grupo de WhatsApp por uma das servidoras, que já entra na sala com o gravador ligado. O gestor reclama porque, segundo ele, quase é atingido por um equipamento na entrada do elevador. “Hoje foi muito mal educada. Não é porque o elevador tem a preferência da subida, se eu não saio do lado você empurra o carro em cima de mim. Eu não sou homem de mentir não. Me respeite. Eu rezei para o carro não encostar em mim, porque não ia dá no carro, não”, disse.

Ele ainda afirma que tem “40 anos de casa e 14 nessa mesa. Esta casa não é a esculhambação do Roberto Santos. Não pense que isso não tem comando não, porque tem. Estou aqui 24h nessa casa”, continua.

Uma das funcionárias começa a chorar e outra, também nervosa, contesta o diretor. “A gente não veio aqui para fazer esculhambação nenhuma. Quando fomos escolhidas não foi como bagunceiras e sim como trabalhadoras, estamos sendo muito humilhadas. Principalmente pelo senhor que é diretor chamar a gente de bagunceira”, diz a funcionária. Ele rebate “não bote palavra em minha boca. Eu falei essa palavra? A funcionária questiona: “você não é pai da gente”.

A Sesab – Secretaria de Saúde do Estado informou que já determinou a imediata abertura de sindicância para apurar e esclarecer os fatos. Escute abaixo o áudio do bate-boca.

 

Últimas Noticias

Athletico-PR derrota Cuiabá na Arena da Baixada e se afasta do Z4

O Athletico-PR derrotou o Cuiabá por 1 a 0 na noite desta sexta-feira (3), na Arena da Baixada, em...