Pensão alimentícia: ex-jogador Edilson preso por deixar de pagar R$430 mil

O ex-jogador baiano Edilson Silva Ferreira, o “Capetinha”, foi preso por agentes da Polícia Civil no Aeroporto Internacional JK, em Brasília. Ele deixou de pagar R$ 430 mil em pensão alimentícia e está na carceragem do Departamento de Polícia Especializada do DF. Edilson fez parte do grupo da seleção que foi campeão da Copa do Mundo em 2002, no Japão e Coreia do Sul.

Por meio de nota,a Polícia Civil disse que não havia ninguém para comentar o caso e que o processo corre em segredo de Justiça. Em setembro de 2015, o ex-jogador foi alvo de investigação da Polícia Federal por suspeita de fraudes no pagamento de prêmios de loterias da Caixa Econômica Federal. Na época, agentes da PF apreenderam discos rígidos e computadores na casa de Edilson, que negou envolvimento com o esquema investigado.

Últimas Noticias

Porto Seguro: Operação apura esquema de venda de licenças na gestão de Cláudia Oliveira

Em ação conjunta, a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o Ministério Público do Estado da Bahia, por meio do GAECO/BA,...