Roda-gigante: o melhor ponto para os selfies do Festival Virada Salvador

O destino já era certo. Nada de assistir ao show ou ir tietar o artista predileto em frente ao palco. Antes de sair de casa, elas já haviam combinado que ao chegar ao Festival Virada Salvador iriam direto para a roda-gigante. Assim fez a dupla de amigas Fabíola Barbosa, 45 anos, e Vanessa Lage, 42. Pela primeira vez no brinquedo, elas abusaram das fotos, stories e postagens nas redes. Do alto dos 36 metros de altura da roda-gigante, as amigas buscavam o melhor ângulo para as imagens. O cenário do palco, totalmente iluminado e com a presença de Milton Nascimento e Maria Gadu, rendeu inúmeras fotos tiradas pelas amigas. As postagens eram em tempo real e em todas elas estavam grafadas a #festivalviradasalvador.

Ao final da volta, de aproximadamente três minutos, uma frase resumiu a sensação da servidora pública Fabíola. “Achei simplesmente fantástico”. A parceria, Vanessa, também servidora pública, completou: “a melhor coisa e, embora seja rápido, nos possibilita assistir ao festival de uma outra perspectiva, em frente uma linda festa e do outro lado a visão da Orla de Salvador”, disse ela. A dupla pretende voltar à festa neste sábado (29). O destino não será diferente. Elas voltarão à roda-gigante, mas dessa vez em companhia dos filhos. Mãe de uma garota de seis anos, Vanessa confessa que não vê a hora de poder entrar novamente na cabine. “Minha filha vai adorar, tenho certeza”.

Com 100 mil lâmpadas de LED, a roda-gigante instalada no coração da Arena Daniela Mercury é, sem dúvida, um dos maiores atrativos do Festival Virada Salvador. Fila longa, famílias, crianças, jovens, adultos e casais. Nos rostos, a euforia e ansiedade eram visíveis. Enquanto aguardavam para entrar em uma das 24 cabines, os jovens Uebster Almeida e Wallace Suede, ambos com 20 anos, planejavam como seriam as fotos. “Vou tirar várias e postar todas”, combinavam. De fato, fizeram. Ao descer da gôndola, foram pelo menos seis postagens, nos stories do Instagram de cada um. “Ele é bem alta”, disse ele, enquanto mostrava a movimentação das fotos nas redes sociais.

Gratuito, o equipamento é o maior brinquedo desmontável da América Latina e atração de eventos como o Rock in Rio. Ela segue funcionando em todos os dias do festival, até 1º de janeiro, de 16h às 3h, como uma alternativa de lazer entre uma apresentação e outra. O brinquedo comporta até 140 pessoas em cada passeio, distribuídas em 24 gôndolas – com limite de seis pessoas em cada uma. Para que todos possam desfrutar do atrativo, o brinquedo é adaptado para pessoas com deficiência. Uma das cabines tem toda a estrutura para uma cadeira de rodas e um acompanhante. Cada participante tem direito a uma volta.

O equipamento chegou ao Brasil em 2015. Além do Festival Virada Salvador, a roda-gigante já passou pelo Rock in Rio, Villa Mix Goiânia, Lollapalooza, Game XP, no Rio de Janeiro e Vaquejada do Milhão 2018. No Festival Virada Salvador, ano passado, pelo menos 45 mil pessoas andaram na roda-gigante, nos cinco dias de festa.

Fotos: Jefferson Peixoto/Secom Salvador

Relacionados