Bruno Reis inaugura geomanta e campo de futebol no Subúrbio

“A nossa maior prioridade é preservar a vida dos moradores de Salvador”, afirmou o vice-prefeito Bruno Reis, ao inaugurar a geomanta aplicada sobre uma encosta de 812 metros quadrados na Rua Rosana, em Paripe, na manhã deste sábado (5). De acordo com Bruno, a obra representa um investimento de R$ 121 mil e vai proteger mais de 165 famílias, cujas casas foram construídas nas imediações da área de risco. Na mesma localidade, o vice-prefeito entregou à população obras de pavimentação e drenagem.

A Prefeitura, segundo Bruno Reis, tem intensificado as intervenções nas áreas de risco da cidade, com o objetivo de dar mais segurança e tranquilidade à população, especialmente nos períodos de chuvas intensas. “A geomanta já foi aplicada em 142 locais. Entre o final de janeiro e início de fevereiro, chegaremos a 152 encostas protegidas. A nossa meta é continuar esse importante trabalho, atingindo a marca de 150 mil metros quadrados de áreas revestidas com essa tecnologia até 2020”, pontuou.

O vice-prefeito Bruno Reis ainda inaugurou na região do Subúrbio um campo de futebol completamente requalificado na Rua Almeida Júnior, em Fazenda Coutos. A administração municipal investiu R$ 212 mil no equipamento esportivo, que recebeu serviços de instalação de alambrados e traves, nivelamento de piso, aplicação de rede sobre o campo, iluminação e contenção. “A Prefeitura construiu ou reformou mais de 300 campos e quadras na cidade, de 2013 para cá, contribuindo para estimular a prática esportiva, que tanto tem ajudado a tirar os jovens das drogas e da criminalidade”, assinalou.

As solenidades de inauguração das obras contaram com a presença do deputado federal eleito João Roma, dos secretários de Manutenção, Virgílio Daltro, de Cidade Sustentável, André Fraga, e de Esportes, Trabalho e Lazer, Alberto Pimentel, do presidente da Companhia de Desenvolvimento Urbano de Salvador, Marcílio Bastos, do gestor da Defesa Civil, Sosthenes Macedo, e da diretora das Prefeituras-Bairro, Ana Paula Matos, além de diversos líderes comunitários.

Relacionados