Salão ‘Irmãs de Valdir’ ganha nova sede com tecnologia para estudo aprofundado de fios de cabelos

No próximo sábado (12) será inaugurado em Salvador, a partir das 8 horas, um novo espaço de beleza que há anos vem fazendo a cabeça de várias pessoas: o salão Irmãs de Valdir.

Criado em 1986 e idealizado por Valdir Macário, mais conhecido como Valdir Cabeleireiro, o salão de beleza mudou-se para um espaço maior, com mais conforto, acessibilidade e tecnologia de ponta para atender todos os tipos de público. O novo estabelecimento está localizado na Avenida Vasco da Gama, ao lado da loja Radiadores Lima e em frente do Bahia da Sorte.

Com 32 cadeiras para cabeleireiros, serviços de podologia e com profissionais especializados em tricologia – estudo sobre os fios de cabelo –, o espaço se consolida, mais uma vez, como um espaço de beleza diversificado, com profissionalismo e inovação.

Segundo uma das irmãs de Valdir, Ide Macário, o carro chefe do estabelecimento continua sendo o atendimento E o tratamento especial dado aos variados tipos de fios de cabelo. “Nós fizemos pesquisas e percebemos que tem fios de cabelo que precisam de cuidado maior, por isso adquirimos máquinas com maior intensidade para avaliação profunda de fios. Essa técnica da qual buscamos atinge um resultado melhor e bem mais rápido que o processo convencional”, afirma Ide.

Ide acrescenta, ainda que o salão funcionará normalmente a partir das 8 horas, encerrando às 16 horas para as comemorações. O espaço conta com 205 metros quadrados e equipamentos de última geração. Seu maior público, atualmente, está composto pela população negra, mas Ide ressalta que o salão tem profissionais especializados para todos os tipos de público.

História – O salão foi construído pelos próprios familiares de Valdir, seguindo a lógica da economia solidária e dos empreendimentos autogestionados, que são administrados pelos seus participantes de forma democrática. A iniciativa de Valdir Macário – assassinado em 2016 – foi um exemplo para todos que lutam pela Política Municipal de Economia Solidária em Salvador.

Na autogestão, explica Ide Macário, não há a figura do patrão. “Todos colaboradores participam das decisões administrativas em igualdade de condições. Nós estamos dando continuidade aos sonhos de nosso querido irmão”, pontua Ide Macário.

Em 2017, um ano após sua morte, Valdir Macário foi homenageado com uma sessão especial, na Câmara Municipal de Salvador, solicitada pela vereadora Marta Rodrigues (PT). Na ocasião, a vereadora, assim como membros do Movimento Negro, ressaltaram a luta de Valdir contra o racismo e pelo empoderamento da estética negra.