Feira de Santana apresenta reduções sucessivas de mortes no 1° trimestre

Fruto de grandes operações conjuntas realizadas pela 1a Coordenadoria de Policia do Interior e pelo Comando Regional de Policiamento Leste, o índice de mortes violentas registradas em Feira de Santana apresenta queda de 27% no primeiro trimestre de 2019. Em números absolutos foram 73 casos este ano, contra 100 no mesmo período de 2018.

Dados oficiais apontam que a redução dos indices criminais teve início no mês de setembro de 2018. Desde então, todos os meses seguintes apresentaram diminuições em relação ao mesmo período do ano passado.

“Não podemos deixar de registrar a prisão dos grandes líderes do tráfico de drogas, como Sady, ex-mulher de Rafael, morto em confronto com a polícia. Ela assumiu o comércio ilícito do marido e foi presa na RMS”,  lembrou o coordenador da 1a Coorpin, delegado Roberto Leal. Outro destaque das ações policiais contra organizações criminosas que atuam em Feira, segundo ele, foi a prisão de Manuel Borges Júnior, mais conhecido como Sargento.

Ele foi capturado no início deste mês em Sergipe acusado de movimentar mais de R$ 3 milhões por mês com a venda de cocaína pura, em Feira. Só este ano foram cumpridos 29 mandados de prisão, até o mês de março.

Comandante do CPR-Leste, o coronel Luziel Andrade também destacou o trabalho integrado com a Polícia Civil para o alcance das reduções. “Mapeamos conjuntamente os responsáveis pelas mortes em Feira de Santana e iniciamos a busca contra aqueles que tentaram tirar a paz deste munícipio que é tão importante para o desenvolvimento da Bahia” ressaltou. Também agradeceu aos policiais militares que atuam na região o empenho para alcance dos números.