Mexicano cava túnel para espiar ex-mulher e termina preso

O mexicano César Arnoldo, 50 anos, foi preso cavando um buraco embaixo da casa da ex-mulher para tentar espioná-la. Ele foi resgatado pelo Corpo de Bombeiros da cidade de Puerto Penhasco, no México, com sinais de desidratação e intoxicação após ficar cerca de 24 horas preso no local. As informações são do jornal Extra.

Arnoldo deve responder pelo crime de invasão domiciliar e teve a prisão preventiva decretada. O caso aconteceu no dia 24 de abril, mas só agora foi divulgado pelas autoridades locais. O homem já tinha sido denunciado pela ex-mulher por violência doméstica. De acordo com informações, ele queria descobrir se a mulher, identificada como Griselda, tinha iniciado um novo relacionamento.

Griselda, a ex-mulher, afirma que ouviu barulhos pela casa durante alguns dias, mas pensou que fossem apenas gatos. Quando os barulhos ficaram mais altos, ela passou a investigar e encontrou o ex-marido preso no túnel feito nos fundos da casa. A mulher ainda afirmou que o casamento deles terminou porque Arnoldo era muito ciumento.