São João de SAJ acontece na lama e no tiro, diz Dr. Everaldo

“Surpreendente a insegurança no São João. Essa falta de segurança aconteceu desde o Trezenário, onde teve briga e cadeiras voando. Isso persiste no São João e o prefeito ainda quer fazer maquiagem. A gente lamenta, pois o São João de Santo Antônio tem perdido a sua essência e característica. Hoje o São João de SAJ atrai as pessoas que vão para cidades próximas por causa da infraestrutura e dos hotéis. São João de SAJ acontece na lama e no tiro. Olhe o local da festa. É lama, tudo sujo”, criticou o ex-secretário municipal de Cultura de Santo Antônio de Jesus, Dr. Everaldo, que conversou por telefone com o Informe Baiano nesta segunda-feira (24/06).

O político afirmou ainda que o caso envolvendo o empresário Will, que foi baleado pelo digital influencer Iuri Sheik, não é um fato isolado.

“Eles querem transformar o errado em certo e o certo em errado. Eu mesmo não fui, pois tenho medo e receio. São muitos assaltos. Ontem (23/06) de manhã, por volta das 7h, também teve troca de tiros na Praça do Rango, no mesmo local onde aconteceu o fato do empresário baleado. Não foi na Avenida Ruy Barbosa como a prefeitura divulgou. Foi na frente do Corpo de Bombeiros”, denunciou Everaldo, que acrescentou.

“O governador estava marcado pra vim aqui e desistiu por causa da falta de estrutura. Preferiu ir para Amargosa. Lançamos até uma campanha chamada São João sim, superfaturamento não. Não há nenhuma fiscalização da prefeitura sobre esses eventos irregulares, nada”, finalizou Everaldo.

Caso Iuri Sheik: prefeitura de SAJ diz que nome do “artista” não consta na lista de convidados

Caso Iuri Sheik: família de Will já prestou depoimento e empresário está intubado

Últimas Noticias