Projeto de Geraldo Júnior torna taxistas patrimônio histórico e cultural de Salvador

Matéria foi aprovada pela Câmara em regime de urgência urgentíssima na sessão de quarta-feira

Com a aprovação do projeto de autoria do da , vereador (SD), em regime de urgência urgentíssima, nesta quarta-feira (18), Salvador passou a ser a primeira capital brasileira a reconhecer a categoria dos taxistas como patrimônio histórico e cultural do município, a exemplo do que já tramita nas câmaras de e Rio de Janeiro.

“Com a aprovação da regulamentação do transporte por aplicativo, fruto de um processo que se tornou modelo para o país, temos que dar um equilíbrio aos taxistas, profissionais que integram essa tradicional categoria”, justificou , agradecendo a aprovação unânime da Casa.

Em Salvador, pacientes de Covid-19 têm média de permanência de 1,2 dia em UPAs

As Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) de Salvador apresentam uma média de permanência de pacientes infectados ou suspeitos por Covid-19 de 1,2 dia. O curto tempo de...

Polícia Federal faz operação contra fraudes nos Correios

A Polícia Federal (PF) cumpre hoje (4) 12 mandados de busca e apreensão na segunda fase da operação Postal Off, que visa desarticular uma organização criminosa que...