Aprovado Projeto de Lei que cria o Programa de Imunização Ocupacional da Hotelaria e Turismo

A Assembleia Legislativa da Bahia aprovou, na última segunda-feira (16), o Projeto de Lei No 23.576/2019 que propõe a criação do Programa de Imunização Ocupacional da Hotelaria e Turismo (PIOHT) no estado da Bahia. O projeto é de autoria do deputado estadual Diego Coronel e atende à Política Nacional de Imunização (PNI) do Ministério da Saúde.

Dentro da proposta de eliminar ou manter sob controle as doenças infecciosas evitáveis pela vacinação nos setores da hotelaria e turismo – e todos os outros que se correlacionam com eles – o PL orienta à secretaria estadual da Saúde imunizar todos os trabalhadores destes segmentos com as seguintes vacinas: Hepatite B, Dupla adulto (dT), Tríplice viral (SCR), Febre Amarela e Gripe (para trabalhadores com mais de 60 anos). O PL também solicita que os profissionais sejam orientados sobre os riscos aos quais estão expostos no ambiente de trabalho e os benefícios da imunização.

“O governo do estado será o responsável pela fiscalização, criação de campanhas para vacinação dos trabalhadores e custeio das vacinas”, explicou o deputado Diego Coronel, acrescentando que os proprietários dos estabelecimentos comerciais de hotelaria em geral, restaurantes, agências de viagem e gestores de portos e aeroportos deverão exigir a comprovação da imunização de seus colaboradores no momento de sua contratação.

O PL foi apresentado no dia 06 de agosto e passou pelas Comissões de Constituição e Justiça; Educação, Cultura, Ciência e Tecnologia; Serviço Público; Finanças, Orçamento, Fiscalização e Controle. Após ser avaliado e liberado, o PL foi votado em plenário, na noite da última segunda-feira (16), sendo aprovado por unanimidade.

Décimo quinto integrante de facção é localizado pela PM

O décimo quinto integrante de uma facção que atua no Nordeste de Amaralina foi capturado, na tarde deste sábado (5), no bairro de Engenho Velho da Federação,...

Com pouca chuva, safra recorde já tem perdas

As chuvas irregulares e até 50% abaixo da média desde agosto já causaram a perda de 7,3 milhões de toneladas de grãos em todo o País na...