Em meio a polêmicas, Rui cancela participação na festa de Iemanjá e alega questões de saúde

A participação do governador Rui Costa na festa de Iemanjá, em Salvador, que acontece neste domingo (02/02), foi vetada pelos médicos, na tarde deste sábado, segundo a Secretaria Estadual de Comunicação Social. A decisão ocorre após a polêmica sessão que aprovou a PEC da Previdência, na Assembléia Legislativa da Bahia (ALBa). Durante a votação, policiais civis invadiram o Plenário da Casa Legislativa e um investigador chegou a ameaçar um deputado estadual com uma arma de fogo. Os manifestantes ainda entraram em confronto com policiais do Batalhão de Choque da Polícia Militar.

Para completar a fase turbulenta de Rui, sua indicação para concorrer à prefeitura de Salvador, a Major Denice, não agrada a esquerda baiana. A expectativa era que a militar participaria do evento ao lado do governador.

Rui já havia programado sua ida ao bairro do Rio Vermelho para acompanhar um dos mais tradicionais eventos religosos e culturais do calendário baiano, mas decidiu atender orientação médica e acompanhar as festividades ao lado dos familiares, no Palácio de Ondina. Na Lavagem do Bonfim, o gestor baiano também não esteve ausente, pelo mesmo motivo.

O governador passou por uma cirurgia de retirada de glândulas mamárias em janeiro. Apesar de já ter reiniciado as atividades na Governadoria, ele ainda mantém alguns cuidados por orientação médica e não retomou a agenda pública para atos oficiais do Governo do Estado e eventos populares.

Coronel mostra o pé doente e justifica ausência da festa de Iemanjá

Últimas Noticias

Eficiência da vacinação em Salvador é destacada durante evento do MS

A eficiência de Salvador na vacinação contra a Covid-19 foi um dos destaques, na manhã desta segunda-feira (29), da...