TJD-BA confirma jogos entre Vitória e Juazeirense

O presidente do Tribunal de Justiça Desportiva da Bahia (TJD-BA), Pedro Paulo Casali, deu parecer favorável à realização das partidas entre Vitória e Juazeirense, pelas semifinais do Campeonato Baiano. Na última quinta-feira, o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) havia suspendido os jogos após acatar parcialmente mandado de garantia feito pelo Bahia acerca da polêmica em torno da escalação do zagueiro Victor Ramosna partida entre Vitória e Flamengo de Guanambi, realizada no dia 26 de março, pelas quartas de final do estadual. Na decisão divulgada na quinta-feira, o presidente do STJD, Caio César Rocha, apontou indícios de que normas da Fifa foram burladas na negociação que levou Victor Ramos ao Rubro-Negro e deixou a cargo de Casali a decisão final sobre a manutenção da suspensão das partidas.

No texto divulgado nesta sexta, que tem a data da última quinta-feira, Casali lembra que a Procuradoria do TJD-BA decidiu pelo arquivamento da denúncia feita pelo Flamengo de Guanambi. O presidente diz ainda que a manutenção das partidas pode ser revertida pelo STJD.

– Posto isto, fica determinado pelo TJDF/BA a continuação do certame, estando mantidas as partidas do dia “10.04.2016 e do dia 21.04.2016 Juazeirense e Vitória, ratificando a decisão anteriormente tomada de não suspensão do campeonato (Proc. nO46/2016) e arquivamento da Notícia de Infração Disciplinar (Proc. 45/2016), salvo decisão em contrário do STJD, (já que a decisão cautelar determinava suspensão de jogos até julgamento da lide pelo TJDF baiano perdeu o objeto) – diz o texto.

tjd bahia

RESUMO DO CASO

A polêmica em torno do zagueiro Victor Ramos teve início no dia 26 de março, quando Flamengo de Guanambi e Vitória se enfrentaram pelas quartas de final do Campeonato Baiano. Durante a partida, surgiu a denúncia de que a escalação do zagueiro estaria em contradição com o parágrafo terceiro do artigo 20 do estadual. O texto diz que, em caso de transferência internacional, o atleta tem que ter o nome publicado no Boletim Informativo Diário (BID) da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) até o dia 16 de março. Victor Ramos, que pertence ao Monterrey, do México, teve o nome publicado no dia 18 de março. O Vitória, no entanto, alega que a negociação foi nacional. O argumento do Leão é que, após o fim do empréstimo de Victor Ramos ao Palmeiras, em dezembro do ano passado, o ITC não saiu do Brasil. A Federação Bahiana de Futebol (FBF) tem a mesma a visão sobre o caso. A CBF, por meio do diretor de registro, Reynaldo Buzzoni concordou com o caráter nacional, uma vez que o Monterrey deu uma autorização para a entidade brasileira fazer uma transferência direta do Palmeiras para o Vitória

Na última terça-feira, o Bahia entrou com um mandado de garantia no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) para pedir a paralisação do Campeonato Baiano até a resolução do caso e para que o diretor de registro e transferência da CBF corrija a informação prestada sobre a transferência do zagueiro Victor Ramos.

No Tribunal de Justiça Desportiva da Bahia (TJD-BA), o Flamengo de Guanambi entrou com denúncia sobre a situação do zagueiro, mas a ação foi arquivada pelo Sub-Procurador Hélio Santos Menezes. Nesta quinta-feira, o auditor presidente do TJD-BA, Pedro Paulo Casali, decidiu não acatar o pedido do Beija-Flor do Sertão de paralisar o estadual. No fim desta tarde, o Procurador Geral Substituto, Ruy João Ribeiro Gonçalves Júnior, decidiu manter o arquivamento por entender que o TJD-BA não tem competência para julgar atos da CBF. Também no fim da tarde, foi divulgada a decisão do presidente do STJD, que determinava a suspensão das partidas e deixava a cargo de Pedro Casali a definição sobre o caso.

O Jogo

O clima é de absoluta tranquilidade na Toca do Leão. Em campo, o elenco está alheio ao caso Victor Ramos, que se desenrola em diferentes esferas do tribunal desportivo, e segue trabalhando forte para a partida contra a Juazeirense. O primeiro duelo das semifinais está marcado para este domingo, às 16h, no estádio Adauto Moraes em Juazeiro.

Últimas Noticias