Ações setorializadas em São Marcos são prorrogadas por mais sete dias

O bairro de São Marcos terá as medidas mais restritivas, que seriam promovidas pela Prefeitura no combate ao coronavírus até esta sexta-feira (12), prorrogadas por mais sete dias. Já em Pernambués, as atividades serão encerradas após duas semanas de atuação municipal. O anúncio foi feito hoje nas redes sociais pelo prefeito ACM Neto, durante divulgação da ampliação do atendimento médico nas Unidades de Saúde da Família nas ilhas de Maré, Bom Jesus dos Passos e dos Frades (Paramana).

De acordo com o prefeito, a medida em São Marcos foi tomada devido aos números ainda preocupantes de transmissão da Covid-19 no bairro. Dos 895 testes rápidos realizados na localidade até ontem (11), 269 deram positivo para o coronavírus – índice de cerca de 30%.

Já Pernambués, que era um dos bairros com maior número de casos no último dia 30, quando foram iniciadas as ações setorializadas, conseguiu reduzir significativamente o índice de transmissão. “Vamos sair, mas, continuaremos muito atentos e observando cada passo nos bairros que a Prefeitura está deixando”, afirmou ACM Neto.

Ele exemplificou o caso da Avenida Joana Angélica, no Centro, que foi um dos locais presentes na primeira etapa das medidas e que já apresenta, novamente, situações preocupantes de aglomeração. Nesta manhã, agentes municipais foram até o local conversar com os ambulantes e feirantes.

“Vamos dar ainda um voto de confiança, para que possam se ajustar. Caso isso não aconteça, vamos suspender as atividades de quem está desrespeitando o decreto”, alertou o prefeito.

Proteção à vida – Além de São Marcos, as ações setorializadas também estão em vigor nos bairros de Beiru/Tancredo Neves, Fazenda Grande do Retiro, Paripe, Itapuã, São Caetano, Periperi, Sussuarana e Nova Sussuarana. Nestes locais, está proibido o funcionamento dos comércios formais e informais, independentemente do tamanho da área. A exceção acontece apenas com as atividades essenciais, a exemplos de supermercados, padarias, delicatessens, farmácias, açougues, estabelecimentos que utilizam o sistema de delivery (sem retirada no local) e serviços de saúde.

As ações de proteção à vida consistem na distribuição de cestas básicas para trabalhadores informais e entidades sociais que atuam na região, assim como de máscaras de proteção para a comunidade. Também são realizados testes rápidos para detecção do coronavírus e medição de temperatura, higienização de ruas, ações de combate ao mosquito Aedes aegypti e Cras Itinerante.

Garoto de 13 anos morto a tiros em Arembepe

Um adolescente de 13 anos foi assassinado na madrugada deste domingo (29/11), na Costa de camaçari, Região metropolitana de Salvador. A vítima foi identificada pelas iniciais R.B....

Policial baleado e assaltante morto em São Caetano

Um policial militar foi baleado durante uma tentativa de assalto no bairro de São Caetano, em Salvador, na noite de sábado (28/11). O caso ocorreu na Rua...