Após apelo, moradora de Campinas consegue regulação para tratamento especializado

Moradora do bairro de Campinas de Pirajá, Vanilde da Conceição, 53 anos, pegou Chikungunya e acabou sendo levada para a UPA de Santo Inácio, onde ficou internada por 15 dias e não conseguia melhorar. A vítima não conseguia se movimentar e nem enxergar. Além disso, contraiu uma bactéria que provoca infecção generalizada.

Desesperados, familiares entraram em contato com o Informe Baiano na noite de sábado (17/07) e pediram apoio na divulgação do caso. “Ela precisa ser regulada urgentemente para um hospital de grande porte”, relatou Paloma Deli, sobrinha da dona de casa.

Ao tomar conhecimento da situação, o secretário municipal de Saúde Leo Prates entrou em contato com o IB e disse que a paciente havia sido aceita no Hospital Municipal de Salvador. Dona Vanilde foi transferida ainda na noite de ontem e já iniciou o tratamento com uma equipe especializada.

Últimas Noticias

Cachoeira será contemplada com um abatedouro de aves

O município de Cachoeira será contemplado com um abatedouro e frigorífico de aves. Com o novo equipamento, a...