Após apelo, moradora de Campinas consegue regulação para tratamento especializado

Moradora do bairro de Campinas de Pirajá, Vanilde da Conceição, 53 anos, pegou Chikungunya e acabou sendo levada para a UPA de Santo Inácio, onde ficou internada por 15 dias e não conseguia melhorar. A vítima não conseguia se movimentar e nem enxergar. Além disso, contraiu uma bactéria que provoca infecção generalizada.

Desesperados, familiares entraram em contato com o Informe Baiano na noite de sábado (17/07) e pediram apoio na divulgação do caso. “Ela precisa ser regulada urgentemente para um hospital de grande porte”, relatou Paloma Deli, sobrinha da dona de casa.

Ao tomar conhecimento da situação, o secretário municipal de Saúde Leo Prates entrou em contato com o IB e disse que a paciente havia sido aceita no Hospital Municipal de Salvador. Dona Vanilde foi transferida ainda na noite de ontem e já iniciou o tratamento com uma equipe especializada.

Bahia registra 1.809 casos de Covid-19 nas últimas 24 horas

Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 1.809 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +0,6%) e 1.507 curados (+0,5%). Dos 297.805 casos confirmados desde o...

Testagem para Covid-19 nas escolas estaduais do subúrbio chega na reta final

A aplicação dos testes para o novo coronavírus nas escolas estaduais do Subúrbio Ferroviário de Salvador chega nos últimos dias, com a realização do procedimento pelos profissionais...

Rússia registrará segunda vacina contra covid-19 até 15 de outubro

A Rússia espera registrar uma segunda vacina em potencial contra a Covid-19 até o dia 15 de outubro, disse a agência de notícias TASS citando o órgão...

Estudo brasileiro aponta que covid-19 pode causar danos cerebrais

portal bioRxiv, que se dedica à publicação de artigos em modalidade preprint. São trabalhos que ainda não foram revisados por outros cientistas. Assim, o estudo ainda...