Allan dos Santos: blogueiro investigado por fake news foge para EUA e diz que sua vida está em risco

Investigado no inquérito e na CPMI das fake news,o blogueiro bolsonarista Allan dos Santos fugiu para os Estados Unidos e alega que a motivação foi sua segurança e a de sua família. Ele afirma temer que seja morto por chineses, coreanos, os ministros do STF Alexandre de Moraes e Luís Roberto Barroso, além do advogado Antônio Carlos de Almeida Castro, o Kakay. O homem, equivocadamente, afirma que Kakay é defensor do PT.

“Estou colocando a minha vida em risco dando essa informação porque eu tenho essa informação e estou aqui transmitindo para vocês. A única maneira de eu poder dar essas informação era fora do país. Hoje eu já estou fora do país, seguro, e estou aqui, trazendo essa notícia para vocês”, afirmou em uma live transmitida pela deputada federal Bia Kicis (PSL).
O acusado de fake news, recentemente, foi alvo de duas operações de busca e apreensão ordenadas pelo STF. Allan acusa a Polícia Federal de colocar uma escuta telefônica em sua casa para reunir provas e criminalizar o presidente Jair Bolsonaro.

O advogado Kakay reagiu e classificou o caso como absurdo e “falsa nos mínimos detalhes”.

“Eu sequer sou do PT, nunca tive filiação partidária. Uma mentira canalha que só poderia partir de uma mente doentia e covarde. A indústria das fake news, que alimenta o ódio, só serve para transitar no submundo, no esgoto onde vivem estes ratos que tentam conspurcar a honra alheia. Eu nem respondo, pois sequer honra eles têm para preservar. São a escória humana”, dispara Kakay.

Últimas Noticias

Réus por incêndio na boate Kiss começam a ser julgados na quarta-feira

Era para ser uma noite de alegria. A festa “Agromerados” marcaria a formatura de cursos como Agronomia, Veterinária e...