Paulo Azi critica governo por “omitir” recursos federais articulados pelo deputado e Elinaldo para obra de Camaçari

O deputado federal Paulo Azi (Democratas) criticou nesta quinta-feira (20) a tentativa do governo do estado de omitir recursos federais na ampliação do sistema de abastecimento de água da localidade de Machadinho Norte, em Camaçari. A obra, que foi entregue nesta quinta, contou com R$ 39 milhões da União articulados, em 2018, por Azi e pelo prefeito do município, Elinaldo Araújo (Democratas), junto ao Ministério das Cidades.

Em texto divulgado pela Secretaria de Comunicação, o governo do estado diz que “investidos mais de R$ 42 milhões para a realização do serviço que contou com recursos próprios da Embasa e do BNDES” e não cita o trabalho de Azi e Elinaldo para que os recursos fossem liberados.

“Lamento muito que este tipo de coisa ainda aconteça na política da Bahia. Fizemos um trabalho de articulação forte junto ao Ministério das Cidades para a liberação deste volume de recursos, que viabilizaram a realização desta importante obra que beneficia milhares de famílias”, disse o deputado.

No total, a articulação de Azi e Elinaldo resultou na liberação de R$ 65 milhões pelo governo federal. Os outros R$ 26 milhões serão aplicados na implantação do Sistema de Esgotamento Sanitário de Arembepe, na Costa de Camaçari. “A União liberou os recursos e a Embasa executou o serviço. É importante que a população saiba que trabalhamos muito para que esta obra saísse do papel”, destacou.

Últimas Noticias

Cadê Ana Luisa? Adolescente que sumiu em São Marcos completa 100 dias desaparecida

A adolescente Ana Luisa Fonseca dos Santos, 16 anos, completou neste sábado (27/11), 100 dias de desaparecimento. O caso...