Traficante do PCC ganha R$25 milhões na Mega Sena e é executado

Suspeito de tráfico internacional de drogas e com um patrimônio de cerca de R$ 500 milhões, Anselmo Becheli Santa Fausta foi executado a tiros, no dia 27 de dezembro de 2021.

De acordo com as investigações da polícia de São Paulo, o prêmio de R$ 25 milhões que o homem ganhou na Mega Sena serviria para lavar dinheiro.

A execução aconteceu logo após Anselmo parar no semáforo. Um carro Fiat Palio se aproximou e um homem disparou diversas vezes contra o passageiro. Tanto Anselmo quanto o motorista, Antônio Corona Neto, morreram na hora.

Anselmo atuava na comunidade Caixa D’Água, na zona leste de São Paulo. Ele integrava o Primeiro Comando da Capital (PCC) e era um dos responsáveis por exportação de entorpecentes.

Os agentes informaram que ele usou um documento falso, no qual se chamava Eduardo Camargo de Oliveira, para ganhar o prêmio de R$ 25 milhões na Mega Sena. Anselmo ainda usou quase R$ 300 mil do valor ganho para investir em bitcoin (criptomoeda). O Departamento de Homicídio é encarregado de investigar o autor e a motivação dos assassinatos.

Últimas Noticias

Rodovias que ligam Sobradinho a três localidades serão pavimentadas

Os acessos às localidades de Algodões e Correnteza, na BA-210, e do Porto de Juacema, na BA-316, serão pavimentados...