“Tia Eron votou por ela e pela igreja dela, não pelas mulheres baianas”, acusa Luiza Maia

Uma série de moções, de repúdio aos apoiadores do “golpe” contra a presidente Dilma Rousseff, e também em solidariedade à ela, foram aprovadas na manhã desta quarta-feira (20), na Comissão dos Direitos da Mulher da Assembleia Legislativa. A deputada Luiza Maia (PT), líder da bancada feminina, sugeriu uma moção de repúdio à deputada federal Tia Eron (PRP), que votou a favor do impeachment e dedicou “às mulheres baianas”.

“Tia Eron não nos representa, não representa a luta das mulheres que não concordam com aquela farsa golpista contra nossa presidenta Dilma. Ela não fala pelas mulheres baianas, fala por ela, pela igreja dela, não por nós”, disse Luiza Maia.

Além da proposição contra Tia Eron, haverá moções de repúdio ao “golpe” 3da Câmara dos Deputados, ao deputado Jair Bolsonaro (PSC/RJ), e moção de apoio e solidariedade à Dilma.

Unidades móveis da Hemoba fazem coleta de sangue em Salvador e Feira de Santana nesta semana

As próximas paradas das unidades móveis serão em Feira de Santana, na próxima segunda-feira (21), e de terça (22) a sexta-feira (25) no Shopping Ponto Alto, na...

Aprenda fazer um delicioso Bolo de Cenoura

Quer aprender uma receita fácil e rápida de um bolo para seu café da tarde? Veja como fazer este delicioso bolo de cenoura com cobertura de chocolate! Ingredientes Massa 1/2...