Desfalcado, Vitória tenta tirar a corda do pescoço contra o Sport, na Ilha

Na zona de rebaixamento há cinco rodadas seguidas, o que o Vitória mais precisa fazer no jogo de hoje, contra o Sport, às 19h, na Ilha do Retiro, é vencer. Para isso, obviamente, precisa fazer gol. É aí que começa o desafio.

Kieza, artilheiro do time no Campeonato Brasileiro, com três gols marcados, está fora do jogo. O atacante não se recuperou de uma pancada que sofreu no joelho esquerdo, na rodada passada, quarta-feira, quando o Leão empatou por 2×2 com o Botafogo, no Barradão, e ficou em Salvador.

O camisa 9 do time chegou a passar por tratamento, mas como continuou com inchaço no joelho e dor, foi vetado pelos médicos do clube. Outro também que está fora da partida é o volante Fillipe Soutto, com dor na coxa. Ele, que ainda passará por exame de imagem para saber se há uma lesão mais séria, no entanto, ficaria apenas no banco de reservas, já que o capitão do time, Willian Farias, volta de suspensão e retorna à equipe titular.

Para não perder força no ataque, o técnico Alexandre Gallo mandará a campo André Lima, vice-artilheiro do Vitória na temporada, com 10 gols. Ele, que jogará centralizado por não ser um atleta de velocidade, formará trio ao lado de Neilton e David, que jogarão pelos flancos.

Essas não são as únicas mudanças no time. Expulso no jogo contra o Botafogo, Gabriel Xavier cumprirá suspensão e deve ser substituído por Cleiton Xavier.

Há ainda a possibilidade de Gallo mexer na lateral. Em má fase, Thallyson pode ir para o banco e perder posição para Geferson. Euller também briga por posição.

Situação delicada
A situação do Leão inspira cuidados. Em sete rodadas o time venceu apenas uma partida e perdeu quatro, marcando decepcionantes cinco pontos. Um triunfo, no entanto, pode tirar o time do Z4.

Apesar de não estar desesperado, Uillian Correia admite que o sinal de alerta está ligado. “Todo mundo fala que foram só sete rodadas, que dá tempo. Eu sei, mas a gente tem que pensar que cada rodada que passa, e você não pontua, vai dificultar lá na frente. A gente tem uma meta, que é atingir os 45 pontos o mais rápido possível. Depois, se tiver mais cinco, seis, sete rodadas, a gente vê o que vai conseguir lá na frente. Primeiro, tem que ter humildade, reconhecer que o nível da Série A é difícil. Tem que ter tranquilidade e, os erros, temos que minimizar”, admitiu o volante.

Sport
No Sport, Diego Souza retorna após servir – e bem – a Seleção Brasileira. Ele marcou dois gols no amistoso do time de Tite contra a Austrália, na última terça. Thomás, Ronaldo e Rogério são dúvida.