EXCLUSIVO! Léo Santana comenta treta e troca de unfollow com Kannário; assista

O cantor Igor Kannário, em entrevista para o podcast, ‘Podbles’, admitiu ter deixado de seguir o também cantor Léo Santana em suas redes sociais, por conta de um projeto entre os dois no início do ano, na música ‘Favela Venceu’, que não teria sido “trabalhada”. Questionado pelo Informe Baiano, na madrugada deste sábado (30/12), no Festival Virada Salvador, o dono do hit ‘Zona de Perigo’ falou pela primeira vez sobre o assunto.

Como ressaltou Léo Santana, ele sempre foi fã do Kannário, mas sua fala foi ‘infeliz’. “Essas coisas se resolvem entre amigos. Ele foi para as redes sociais e falou daquela forma, foi muito infeliz”, iniciou. “A música que tínhamos feitos juntos era uma grande aposta. Se eu fiz investimento, gravei o clipe, impulsionamos nas redes sociais, era porque a gente acreditava que a música viesse a dar resultado, mas ‘Zona de Perigo’ veio de forma inesperada”, explicou.

“Ele levou para o coração achando que eu deveria dar uma satisfação a ele porque a música da gente não teve o trabalho que ele queria. Mas não tinha o que fazer, ‘Zona de Perigo’ atropelou tudo”, ressaltou “Roupa suja se lava em casa. Sempre respeitei o Kannário. Acho que ele poderia me procurar e dizer: ‘irmão, não gostei’, mas ele foi para a imprensa falar que não sou de verdade”, finalizou o GG.

Maioria pela 1ª vez, mulheres encabeçam sonhos de medalhas em Paris

Igualar ou superar, em Paris, o recorde de 21 medalhas da Olimpíada de Tóquio, no Japão, há três anos, passa necessariamente pelas mulheres. Pela...

MISTÉRIO! Mulher morta em Campinas de Pirajá estava com celular na cintura e bolsa

Uma mulher foi encontrada morta na noite de segunda-feira (22/07), na Estrada Velha de Campinas de Pirajá, em Salvador. O crime aconteceu perto de...

Maioria pela 1ª vez, mulheres encabeçam sonhos de medalhas em Paris

Igualar ou superar, em Paris, o recorde de 21 medalhas da Olimpíada de Tóquio, no Japão, há três anos,...
Fundação Jose Silveira

Maioria pela 1ª vez, mulheres encabeçam sonhos de medalhas em Paris

Igualar ou superar, em Paris, o recorde de 21 medalhas da Olimpíada de Tóquio, no Japão, há três anos,...

MISTÉRIO! Mulher morta em Campinas de Pirajá estava com celular na cintura e bolsa

Uma mulher foi encontrada morta na noite de segunda-feira (22/07), na Estrada Velha de Campinas de Pirajá, em Salvador....

Oito mil alunos com necessidades especiais são assistidos nas escolas municipais de Salvador

Em 2024, oito mil alunos estão matriculados na Educação Especial da rede municipal de ensino de Salvador, de acordo...

Isaquias Queiroz e Raquel Kochhann, serão os porta-bandeiras do Brasil na Cerimônia de Abertura de Paris 2024

Dois sobreviventes, campeões no esporte e vida, terão a honra de conduzir a bandeira do Brasil na Cerimônia de...