Em Cuba, Valmir Assunção acusa Temer de querer desconstruir o Brasil

O Dia do Trabalhador no Brasil será de protestos em diferentes regiões por garantias de direitos, levando movimentos sociais e populares para as ruas do país. Esse 1º de maio será atípico diante da atual conjuntura política, com o curso do processo de impedimento da presidente Dilma Rousseff (PT). É o que garante o deputado federal Valmir Assunção (PT-BA), que cumpre agenda em Cuba ao criticar a oposição. Ele afirmou que “se Dilma cair, o grupo de golpistas liderado pelo vice-presidente Michel Temer [PMDB] e o atual presidente da Câmara Federal, Eduardo Cunha [PMDB-RJ], vão desconstruir anos de luta dos trabalhadores”.

“Tanto Temer quanto Cunha não possuem legitimidade para governar o país. O primeiro não possui votos e o segundo é réu por corrupção. O projeto político que defendem retira direito dos trabalhadores, prevê privatizações em setores chaves da infraestrutura e sucateamento da educação e saúde. Ou seja, tudo o que a sociedade conquistou, a muito custo, sendo ameaçados por quem comanda um golpe de Estado no país. São conquistas de anos de luta”, dispara Assunção. O parlamentar ainda diz que os protestos de movimentos sociais pelo país “mostram o descontentamento de grande parte da sociedade com o processo de golpe em curso”.

“Esse grupo ainda quer privatizar tudo que for possível, entregando o pré-sal para os estrangeiros e limitando gastos com saúde e educação, por exemplo. Quer ainda pressionar os deputados, antes mesmo de Temer assumir uma possível gestão. Tem político baiano que já se diz ministro, que disse que se não votar com o PMDB a ‘caneta vai comer’. É dessa forma que vão mudar o Brasil? O que querem é garantir suas cabeças, antes que a Lava Jato chegue a eles”, finalizou Valmir.

PSD x PP: Otto Filho e Negromonte Júnior trocam farpas; vídeo

Os deputados federais Otto Filho e Mário Negromonte Júnior, filhos do senador Otto Alencar e do ex-conselheiro do Tribunal de Contas dos Municípios Mário Negromonte, respectivamente, protagonizam...

Caixa paga auxílio de R$ 300 para beneficiários do Bolsa Família

A Caixa realiza hoje (23) o pagamento de R$ 428,6 milhões da primeira parcela do auxílio emergencial residual para 1,6 milhão de beneficiários do Bolsa Família com...