Servidores públicos preparam atos na sexta-feira contra adiamento do reajuste

Descontentes com a edição de medida provisória que adia o reajuste do funcionalismo de 2018 para 2019, entre outras medidas, servidores públicos preparam para sexta-feira, 10, atos de protesto. Em Brasília, haverá um ato público em frente ao Ministério do Planejamento, às 9h, de acordo com o Fórum Nacional Permanente de Carreiras Típicas de Estado (Fonacate). Haverá ainda atos em outras cidades, mas os locais ainda estão sendo decididos.

No dia 28, está prevista uma “Caravana a Brasília”, em que funcionários públicos de todo o País irão à capital para novo protesto. Em reunião nesta terça-feira, 7, o fórum decidiu ainda promover um debate sobre o serviço público na Câmara dos Deputados no dia 27.

Em outras frentes, sindicatos e associações preparam ações judiciais contra as medidas e intensificaram a pressão junto a parlamentares no Congresso Nacional. Encerrado o prazo para recebimento de emendas na comissão mista que analisará a MP 805, foram apresentadas 255 propostas. Como o Broadcast, serviço de notícias em tempo real do Grupo Estado, mostrou na segunda-feira, há emendas para excluir pelo menos 17 categorias do adiamento do reajuste, o que garantiria um aumento já no próximo ano para carreiras como policiais federais, auditores da Receita Federal, professores e médicos peritos.