Baianos protestam na Barra por liberação da pílula do câncer

Moradores de Salvador, de Tucano, de Ribeira do Pombal e de diversas cidades baianas fizeram uma caminhada neste domingo (29) com faixas e cartazes na Barra, em protesto contra a proibição da liberação do uso da fosfoetanolamina sintética, a chamada pílula do câncer. O STF – Supremo Tribunal Federal suspendeu em abril a lei que foi sancionada pela presidente afastada Dilma Rousseff (PT) que permitiria o uso do composto antes da conclusão dos testes clínicos. O pedido foi feito pela AMB – Associação Médica Brasileira.

Em entrevista ao Informe Baiano, Ana Bello, uma das líderes do movimento na Bahia classificou o ato judicial como “hipocrisia”. “Não admitimos que a AMB decida sobre o tratamento que o paciente quer fazer.É lei e direito do cidadão! Assim como podemos fumar e beber, também podemos escolher o remédio a tomar. Sabemos da máfia que existe nos laboratórios. Não vamos descansar por que eles não têm o direito de decidir sobre nossas vidas”.

A decisão judicial é temporária. A pílula foi desenvolvida pela Universidade de São Paulo para o tratamento do tumor maligno e de acordo com pacientes, já curou diversos tipos de câncer. Mas a substância ainda não tem registro na Anvisa.

protesto pilula3 protesto pilula2

 

Últimas Noticias

Tiros e morte: Empresário diz que o confundiu amigo com ladrão

O empresário Marcos Antonio Parente, 59 anos, matou a tiros o ex-policial militar e amigo, Victor Hugo Carrilho, 35,...