Dois suspeitos de estupro coletivo no Rio de Janeiro são presos

Dois suspeitos do estupro coletivo de uma jovem de 16 anos no Rio de Janeiro foram presos na tarde desta segunda-feira (30/5). Raí de Souza, de 22 anos, e Lucas Perdomo Duarte Santos, de 20, estão entre os seis homens que tiveram a prisão preventiva decretada pela Polícia Civil do estado. O primeiro se apresentou na Delegacia da Criança e Adolescente Vítima (DCAV), e o segundo foi preso em uma rua no centro da capital carioca.
A dupla já havia prestado depoimento sobre o caso na última sexta-feira (27/5). Raí admitiu ser o responsável pelo vídeo divulgado nas redes sociais onde a jovem aparece cercada por vários homens. O acusado, no entanto, afirmou que não havia ocorrido estupro, já que a garota teria permitido o ato. Quando foi ouvido pelo primeira vez, Raí não era considerado suspeito do crime e por isso foi liberado.
A visita do acusado à Delegacia de Repressão a Crimes de Informática (DRCI) foi marcada pelos sorrisos e acenos que ele soltou quando percebeu a presença da imprensa no local.
Já Lucas Santos, que também prestou depoimento na sexta (27/5), negou ter tido relações com a vítima. A jovem afirmou à polícia que era ex-namorada de Lucas e teria saído com ele no dia do estupro. O suspeito, no entanto, negou o relacionamento com a adolescente e alegou ter dormido com outra mulher no dia do crime.

Confirmação
Em entrevista coletiva na tarde desta segunda (30), a delegada Cristina Bento, da Delegacia da Criança e do Adolescente Vítima (DCAV), afirmou não ter dúvidas de que o caso se trata de estupro. “A minha convicção é de que houve estupro. Precisamos provar agora a extensão desse estupro. Temos de verificar quantas pessoas praticaram esse crime, mas que houve estupro, não há dúvida”, afirmou. (Com informações do Portal G1)

Últimas Noticias

Criminosos roubam carga de celulares no Shopping Barra

Um veículo de carga foi roubado enquanto os funcionários descarregavam os produtos em uma loja, no Shopping Barra, na...