Senado: Wagner lidera com Irmão Lázaro e Coronel empatados

Pesquisa Ibope divulgada neste sábado (6) aponta os seguintes percentuais de intenção de votos válidos para o Senado na Bahia. A margem de erro é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos.

Votos válidos:

Jaques Wagner (PT): 33%
Irmão Lázaro (PSC): 22%
Ângelo Coronel (PSD): 21%
Jutahy Júnior (PSDB): 10%
Comandante Rangel (PSL): 3%
Jorge Vianna (MDB): 3%
Fábio Nogueira (PSOL): 2%
Marcos Maurício (DC): 2%
Adroaldo dos Santos (PCO): 1%
Celsinho Cotrim (PRTB): 1%
Francisco José (Rede): 1%

Para calcular os votos válidos, são excluídos da amostra os votos brancos, os nulos e os eleitores que se declaram indecisos. O procedimento é o mesmo utilizado pela Justiça Eleitoral para divulgar o resultado oficial da eleição.

Votos totais:

Veja, abaixo, o resultado da pesquisa Ibope considerando os votos totais.

Jaques Wagner (PT): 44%
Irmão Lázaro (PSC): 30%
Ângelo Coronel (PSD): 27%
Jutahy Júnior (PSDB): 13%
Jorge Vianna (MDB): 4%
Comandante Rangel (PSL): 4%
Fábio Nogueira (PSOL): 3%
Marcos Maurício (DC): 3%
Francisco José (Rede): 2%
Adroaldo dos Santos (PCO): 1%
Celsinho Cotrim (PRTB): 1%
Brancos/nulos para a 1ª vaga no Senado: 15%
Brancos/nulos para a 2ª vaga no Senado: 24%
Não sabe/Não respondeu: 29%

Sobre a pesquisa:

Margem de erro: 2 pontos percentuais para mais ou para menos
Quem foi ouvido: 2002 eleitores eleitores
Quando a pesquisa foi feita: entre 4 e 6 de outubro
Registro no TRE: BA-07427/2018
Registro no TSE: BR‐07032/2018

O nível de confiança utilizado é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem o atual momento eleitoral, considerando a margem de erro
0% significa que o candidato não atingiu 1%. Traço significa que o candidato não foi citado por nenhum entrevistado
A pesquisa foi contratada pela TV Bahia

Tiros e duplo homicídio em Vera Cruz

Dois homens foram mortos na tarde deste domingo (29/11), na cidade de Vera Cruz, região metropolitana de Salvador. A ocorrência foi por volta das 13h, na Rua...

Pela primeira vez, PT perde em todas as capitais

O PT termina as eleições 2020 como uma legenda de menor potencial e pela primeira vez fica sem administrar uma capital brasileira. A esperança da legenda era...